TRIANCINOLONA

A Triancinolona é encontrada comumente na forma acetonida (Triancinolona acetonida), com forma comercial em pomada oralbase, creme e gel, porém também é encontrada em forma farmacêutica injetável e Spray. Pode ser um medicamento como triancinolona sendo o único fármaco do composto ou em associações.

A triancinolona acetonida é um corticosteroide sintético, usando de forma tópica para tratamento de dermatopatias e alívio de desconfortos ulcerativos bucais. A forma injetável é usada para tratar alergias, artrite, doenças oculares, problemas intestinais e doenças da pele.

Este medicamento possui ação antinflamatória atuando no alívio temporário de sintomas associados com lesões inflamatórias orais e lesões ulcerativas resultantes de trauma.


INDICAÇÃO:

A triancinolona acetonida é indicada para o tratamento auxiliar e para o alívio temporário de sintomas associados com lesões inflamatórias e lesões ulcerativas orais resultantes de trauma, estomatite e lesões correlatas.

 


AÇÃO FARMACOLÓGICA:

A triancinolona acetonida é um corticosteroide sintético que possui ação anti-inflamatória, antipruriginosa e antialérgica (age diminuindo a inflamação, coceira e reações alérgicas da mucosa oral).

Componentes da fórmula atuam como um veículo adesivo para aplicar a medicação ativa aos tecidos orais. O veículo proporciona uma cobertura protetora que pode servir para reduzir temporariamente a dor, associada com irritação oral.

 


CONTRAINDICAÇÕES:

Por conte um corticosteroide, a preparação é contraindicada na presença de infecções fúngicas, virais ou bacterianas da boca ou garganta.

Categoria de risco de gravidez: C Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

 

Não há interações medicamentosas relevantes para o seu uso tópico oral.

 


REAÇÕES ADVERSAS

A administração prolongada do produto pode conduzir a reações adversas conhecidas de ocorrerem com preparações esteroides sistêmicas; por exemplo, supressão adrenal, alteração do metabolismo de glicose, catabolismo de proteínas, ativações da úlcera péptica e outras. Essas são usualmente reversíveis e desaparecem quando o hormônio é descontinuado.

 



REFERÊNCIAS:

– Bulário Eletrônico Anvisa [Acetonida de Triancinolona]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmResultado.asp#

– Bula Profissional Geolab Indústria Farmacêutica S/A [Triancinolona Acetonida pomada orabase 1mg/g]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=7443552018&pIdAnexo=10704790

– MinhaVida [Triancinolona Acetonida pomada]. Disponível em: https://www.minhavida.com.br/saude/bulas/149-triancinolona-acetonida-pomada

– Medline Plus [Triamcinolone Topical]. Disponível em: https://medlineplus.gov/druginfo/meds/a601124.html

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *