SINAIS DE ESGOTAMENTO MENTAL NO CORPO

Esgotamento não é um simples cansaço que se sente ao acordar, enfrentar o trânsito, responder dezenas de e-mails pendentes, participar de reuniões o dia todo, lidar com clientes intransigentes, praticar tarefas complexas ou realizar atividades físicas intensas e repetitivas. Esgotamento é mais do que ser vencido pelo cansaço: é um verdadeiro colapso no sistema.

Pessoas que sofrem de esgotamento experimentam exaustão emocional, cognitiva e física, e isso gera consequências extremamente negativas, a partir das quais é necessário longo tempo de tratamento.

Esgotamento não afeta apenas no âmbito individual, mas também grupos inteiros, quando uma família, uma equipe de trabalho ou comunidades coesas podem ser desintegradas num átimo de tempo. Continue lendo

ESTRESSE NO CORPO FEMININO

O estresse pode ser definido como a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos, sejam eles benéfico ou não para o ser humano.

Cada pessoa irá agir de forma diferente a pressão de estímulos sofridos ao longo da vida. Como essa pressão de estímulos se tornou comum no mundo moderno, é também comum que o estresse se torne patológico e as pessoas necessitem de ajuda para entender o que estão passando e combater esse mal.

Veja abaixo algumas efeitos do estresse no corpo feminino:

Continue lendo

ESTRESSE CRÔNICO

O Estresse Crônico é a resposta física, psicológica e emocional do corpo humano a pressão do estresse sofrido pelo indivíduo, por um tempo prolongado e contínuo. Envolve uma resposta do sistema endócrino no qual corticosteroides são liberados.

Embora os efeitos imediatos dos hormônios do estresse, como epinefrina e cortisol, sejam benéficos em uma determinada situação de curto prazo, a exposição a longo prazo ao estresse cria um nível elevado desses hormônios, o que leva ao aparecimento de doenças e síndromes psicológicas.

O estresse tem um papel nos seres humanos como um método de reagir a situações difíceis e possivelmente perigosas, conhecido como reação de “luta” e “fuga”. Esta resposta é perceptível quando as glândulas adrenais liberam epinefrina, fazendo com que os vasos sanguíneos se contraiam e a frequência cardíaca aumente. Além disso, o cortisol é outro hormônio que é liberado sob estresse e sua finalidade é aumentar o nível de glicose no sangue. A glicose é a principal fonte de energia para as células humanas e seu aumento durante o tempo de estresse é com a finalidade de ter energia prontamente disponível para as células mais ativas. Continue lendo

EFEITOS DO “STRESS” NAS CRIANÇAS

“Stress” é uma reação do organismo com componentes psicológicos, físicos, mentais e hormonais. Ele ocorre quando surge a necessidade de uma grande adaptação a um evento ou uma situação de importância. Este evento pode ser algo negativo ou positivo.

“Stress negativo:” é o stress em excesso. Ocorre quando a pessoa ultrapassa seus limites e esgota sua capacidade de adaptação. O organismo fica destituído de nutrientes e a energia mental fica reduzida. A produtividade e a capacidade de trabalho ficam muito prejudicadas. A qualidade de vida sofre danos. Posteriormente, a pessoa pode vir a adoecer.

A modernidade trouxe consigo aspectos positivos, contudo, também trouxe mais pressão, cobranças, agitação, competitividade e menos cooperação e solidariedade. Continue lendo

O ESTRESSE E A SAÚDE DO HOMEM

A vida moderna é cheia de aborrecimentos, prazos, frustrações e demandas. Para muitas pessoas, o estresse é tão comum que se tornou um estilo de vida.

O estresse é um sintoma muitas vezes indescritível. Ele pode ser caracterizado por sensações de medo, desconforto, preocupação, irritação, frustração, indignação, nervoso, e pode ser motivado por diversos motivos distintos. Além disso, muitas vezes, a causa para o estresse é desconhecida.

O problema é quando estas situações tornam-se habituais. O acúmulo de estresse acaba colocando os homens em “modo de alerta” com intensidade desproporcional ao necessário, complicações surgem, ficam menos capazes de lidar com as demandas cotidianas e então o estresse aumenta ainda mais. As estimativas médicas mostram que 60 a 90% das doenças têm origem em stress, associado ou não a outros fatores. Continue lendo

O QUE É SÍNDROME DE BURNOUT?

O termo burnout significa que o desgaste emocional danifica os aspectos físicos e emocionais da pessoa, pois, traduzindo do inglês, burn quer dizer queima e out exterior. Embora já se venha falando sobre o assunto há décadas, no Brasil as discussões em torno da síndrome tornaram-se mais fortes nos últimos anos.

A Sindrome de Burnout  é um distúrbio psíquico descrito em 1974 por Henrt J. Freudenberger, médico psicanalista americano. O transtorno está registrado no Grupo V da CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde).

Sua principal característica é o estado de tensão emocional e estresse crônico provocado por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes. Por ser caracterizada por ser o ponto máximo do estresse profissional, pode ser encontrada em qualquer profissão, mas em especial nos trabalhos em que há impacto direto na vida de outras pessoas. É o que acontece, por exemplo, com profissionais da saúde em geral, jornalistas, advogados, professores e até mesmo voluntários.

Continue lendo

SINTOMAS DO “STRESS”

Pode-se definir “stress” como um conjunto de reações fisiológicas necessárias para a adaptação a novas situações.

Contudo, essas reações orgânicas e psíquicas podem provocar desequilíbrio no organismo se forem exageradas em intensidade ou duração.

stressO “stress” pode ser desencadeado por estados emocionais negativos e positivos, sendo a adaptação ao meio o objetivo final do processo.

Está ligado ao aumento dos níveis de cortisol na corrente sanguínea e este aumento além de afetar a mente pode levar às doenças físicas como alergias e tensão muscular, por exemplo.

 

Continue lendo