ADESIVO PARA MEDIR GLICOSE ATRAVÉS DA PELE

Um estudo publicado pela revista Nature Nanotechnology detalha um  novo adesivo que serve para medir o nível de glicose através da pele, o que pode fazer com que milhões de diabéticos não precisem usar agulhas para fazer as medições periódicas. A informação é da EFE.

O adesivo extrai a glicose do fluido entre as células epiteliais através dos folículos pilosos, aos quais tem acesso individualmente graças a sensores em miniatura que usam uma pequena corrente elétrica e recolhem a glicose em pequenos reservatórios para medi-la.

As leituras do nível da substância podem ser feitas a cada 10 ou 15 minutos ao longo de várias horas, segundo o estudo da Universidade de Bath, no Reino Unido. Continue lendo

EXCESSO DE SAL NO CORPO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

O sal é de suma importância para o bom funcionamento do organismo. Ele é o responsável por controlar a quantidade de líquidos que ficam dentro e fora das células, além de equilibrar o ritmo cardíaco e contração muscular. No entanto, seu excesso pode ser extremamente prejudicial à saúde.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de menos de 2 g de sódio por dia, o que equivale a 5 g de sal. No entanto, no Brasil, um adulto médio consome mais do que o dobro desta quantidade diariamente.

Veja o que pode acontecer com a sua saúde se você exceder a quantidade indicada de sódio por dia: Continue lendo

DICAS PARA MANTER A SAÚDE DOS OLHOS

Normalmente negligenciado, os olhos apenas merecem nossa atenção quando enfermidades oportunistas e pontuais, tais como, conjuntivite, terçol, cisco, irritação, ou mesmo quando anomalias tradicionais, como, miopia, astigmatismo, hipermetropia, catarata, etc., batem à nossa porta. Mas, como veremos a seguir, não é apenas com isso que devemos ficar atentos.

E foi exatamente pensando nesses pontos que são normalmente “esquecidos” que fizemos uma lista com alguns procedimentos profiláticos que deverão fazer parte da agenda de todos; ao menos dos mais sensatos. Continue lendo

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DE SAÚDE DO HOMEM MODERNO

Nossos dias são divididos entre trabalho, família, estudos e todas as atividades que precisamos cumprir. Esta rotina faz com que a grande maioria das pessoas se esqueçam do que deveria ser prioridade: a saúde.

A impressão que se tem é que os dias estão menores para tantas obrigações, e a falta de cuidados com a própria saúde prejudica o desempenho profissional e até mesmo as relações sociais.

Veja abaixo os 7 principais problemas de saúde, enfrentados pelo homem moderno: Continue lendo

O ESTRESSE E A SAÚDE DO HOMEM

A vida moderna é cheia de aborrecimentos, prazos, frustrações e demandas. Para muitas pessoas, o estresse é tão comum que se tornou um estilo de vida.

O estresse é um sintoma muitas vezes indescritível. Ele pode ser caracterizado por sensações de medo, desconforto, preocupação, irritação, frustração, indignação, nervoso, e pode ser motivado por diversos motivos distintos. Além disso, muitas vezes, a causa para o estresse é desconhecida.

O problema é quando estas situações tornam-se habituais. O acúmulo de estresse acaba colocando os homens em “modo de alerta” com intensidade desproporcional ao necessário, complicações surgem, ficam menos capazes de lidar com as demandas cotidianas e então o estresse aumenta ainda mais. As estimativas médicas mostram que 60 a 90% das doenças têm origem em stress, associado ou não a outros fatores. Continue lendo

O QUE É O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (Nairóbi, Quênia, 1985), entende-se que há uso racional de medicamentos quando pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade.

Em outras palavras, o conceito de Uso Racional de Medicamentos, significa utilizar um medicamento de modo a maximizar a sua eficácia e minimizar o risco de reações adversas, a um custo razoável. Ou seja, o uso de medicamentos se torna racional quando os pacientes recebem os medicamentos apropriados para a sua situação clínica, nas doses que satisfazem as suas necessidades individuais, pelo tempo necessário, e ao menor custo possível para ele e para a comunidade em geral.

Continue lendo

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA DEPRESSÃO NÃO TRATADA

Não tratar a depressão ou não ter auxílio adequado, incluindo medicação e/ou terapia, faz com que a depressão clínica se arraste por meses ou anos. Esse quadro leva a consequências adicionais graves de impacto pessoal e familiar muito sério.

As consequências da depressão não tratada começam pelo aumento da probabilidade de comportamentos de risco, problemas adicionais de saúde de manifestação física e psicológica, abuso de álcool e outras drogas e mais.

Continue lendo