CERVICITE OU ENDOCERVICITE AGUDA

Inflamação no colo do útero, a parte inferior, mais estreita do útero, que se abre na vagina, provocada por uma variedade de organismos e outros quadros clínicos, é chamada de Cervicite aguda ou endocervicite. 

A cervicite pode se disseminar para cima a partir do colo do útero e afetar o revestimento do útero (causando endometrite) e os outros órgãos reprodutivos (causando doença inflamatória pélvica).

Se a cervicite aparecer de repente, é geralmente causada por uma infecção. Se ela estiver presente por um longo período de tempo (crônica), normalmente não é causada por uma infecção.

As infecções que costumam causar a cervicite incluem doenças sexualmente transmissíveis como: Continue lendo

CÓLICA MENSTRUAL: DISMENORRÉIA

O termo dismenorréia é derivado do grego e significa fluxo menstrual difícil. A dismenorréia é caracterizada por dor tipo cólica que se manifesta antes e/ou durante o período menstrual. Essa cólica habitualmente se inicia no abdômen inferior e às vezes também é descrita como sensação de peso no baixo ventre.

A dor geralmente é mais intensa no primeiro dia da menstruação e, em mais de 50% dos casos, é acompanhada por outros sintomas como náuseas, vômitos, palidez, dor de cabeça, diarréia, tontura e desmaio.

Acredita-se que cerca de 50% a 90% das mulheres apresentem cólica menstrual em algum momento de suas vidas, sendo que 10% das pacientes tornam-se incapazes de desenvolver suas atividades habituais em decorrência da dor. Continue lendo

RESSECAMENTO VAGINAL: INFORMATIVO

Em algumas fases da vida, a mulher pode ter problemas com a falta de lubrificação vaginal, e isto pode gerar problemas na vida sexual e principalmente emocional. O ressecamento atinge principalmente mulheres que estão na menopausa ou pós-parto, e a principal razão é a redução na produção do estrogênio, hormônio feminino, pelo organismo.

Outro motivo para a falta de lubrificação são os tratamentos contra o câncer, como quimioterapia e radioterapia, que também afetam a produção do estrogênio.

Os principais incômodos desencadeados pelo ressecamento vaginal são coceira, queimação ou irritação na vagina, diminuição da elasticidade e dores durante as relações sexuais.

Algumas mulheres fazem uso de lubrificantes para o alívio dos sintomas, entretanto a solução é temporária e não resolve a principal causa do problema. Continue lendo