TRATAMENTO DO SANGUE PARA DOAÇÃO

As bolsas de sangue total coletadas podem e devem ser processadas para a obtenção dos hemocomponentes. Esse processamento, que é feito por meio de centrifugação, separa os diversos componentes sanguíneos, possibilitando que o paciente (receptor de uma transfusão de sangue) receba, num menor volume, somente o componente sanguíneo do qual necessita.

Nesta fase, ou quando a coleta for realizada por aférese, podem-se obter os seguintes hemocomponentes: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, concentrado de granulócitos, plasma (plasma fresco congelado/rico, plasma comum/normal/simples/e plasma isento do crioprecipitado) e o crioprecipitado. Continue lendo

SANGUE NAS FEZES DO BEBÊ: PRINCIPAIS MOTIVOS

Encontrar sangue nas fezes dos bebês, sejam eles recém nascidos ou com um pouco de idade, pode ser algo muito  desesperador para os pais.

A causa mais comum e menos grave de cor avermelhada ou muito escura nas fezes do bebê, está relacionadas ao consumo de alimentos como beterraba, tomate e gelatina. O corante destes alimentos pode deixar as fezes com uma coloração avermelhada, mas que não está relacionada à presença de sangue, embora possa confundir os pais. Continue lendo

VASCULITE OU ANGIITE – INFLAMAÇÃO DOS VASOS SANGUÍNEOS

A Vasculite, uma enfermidade que também pode ser chamada de Angeiite, é o nome dado aos casos onde o paciente tem alguma inflamação nos vasos sanguíneos.

Vasculite é o nome dado ao grupo de doenças que provocam inflamação dos vasos sanguíneos.  A inflamação de uma artéria ou veia leva ao espessamento de sua parede, diminuindo o espaço para a circulação do sangue. Conforme esse espessamento progride, o vaso pode se fechar, cessando o fluxo sanguíneo por completo. Se não tratada a tempo, a vasculite leva à cicatrização, necrose e morte definitiva dos vasos acometidos.

As Vasculites são doenças autoimunes. Isto significa que os mecanismos do nosso organismo, que nos deviam proteger de agressões externas, como as infecções, perdem a capacidade de distinguir entre o que é um agente estranho e um tecido que pertence ao próprio organismo, começando a atacar órgãos saudáveis do nosso corpo (neste caso os vasos sanguíneos), causando-lhes lesões. As lesões causadas pela vasculite dependem quer do tamanho do vaso afetado, quer do órgão ou órgãos atingidos, dando origem a vários tipos de vasculite. Continue lendo

ESTUDO DEMONSTRA TRATAMENTO PROMISSOR PARA LEUCEMIA RESISTENTE

Estudo publicado na “Nature Medicine” mostra que pacientes com leucemia resistentes a tratamento, inclusive aqueles que já passaram por técnicas de terapia genética mais recentes, podem tentar um outro tipo de estratégia de modificação de genes para vencer o câncer. No estudo, a remissão completa com a nova terapia foi atingida em 73% dos casos.

A terapia genética voltada para o sistema imunológico se prepara para ser um dos tratamentos mais promissores para cânceres hoje sem terapia. A estratégia básica funciona mais ou menos assim: Continue lendo

SINTOMAS DA GLICOSE ALTA (HIPERGLICEMIA)

A Glicose é um dos carboidratos mais importantes na biologia. As células a usam como fonte de energia e intermediário metabólico.

A glicose alta ou hiperglicemia como também é conhecida, pode ser causada por diversos fatores, entre eles o uso de determinados medicamentos, maus hábitos alimentares e também devido a alteração do metabolismo.

Porém uma das principais causas de glicose alta ou hipoglicemia é devido às diabetes mellitus que é uma das doenças consideradas uma das mais letais do mundo. Continue lendo

O QUE É LEUCEMIA?

Nosso organismo é formado por uma enorme quantidade de células com funções diferentes e que trabalham de forma organizada.

Em um corpo saudável, elas crescem, se dividem, morrem e são substituídas de maneira controlada, em um processo natural chamado divisão celular.

Mas quando essas mesmas células sofrem algum tipo de alteração no DNA e passam a se dividir e se reproduzir de forma descontrolada é que surgem os problemas. Continue lendo

TALASSEMIA: RESUMO INFORMATIVO

A Talassemia é uma doença hereditária, autossômica recessiva, do sangue que afeta a capacidade da pessoa de produzir hemoglobina, o pigmento existente nos glóbulos vermelhos que responde pelo transporte de oxigênio para todos os tecidos e órgãos do corpo.

Talassemia é o nome dado a um grupo de alterações genéticas cuja característica principal é a diminuição da produção de um dos tipos de cadeias que formam a molécula de hemoglobina. Essa condição provoca a redução na produção de hemoglobinas e, consequentemente, a composição das hemácias, que se tornam menores e mais pálidas.

As talassemias podem ser classificadas como alfa-talassemias ou beta-talassemias, de acordo com a cadeia da hemoglobina que teve a produção prejudicada.

Clinicamente são identificados dois grupos de beta-talassemia: talassemia menor (ou traço talassêmico) e talassemia maior. Alguns pacientes ficam entre esses dois extremos, sendo considerados portadores da talassemia intermediária. Continue lendo