VACINA CONTRA ROTAVÍRUS

Consideradas seguras, foram introduzidas no calendário infantil de imunização, nos Estados Unidos e em vários países da América Latina, incluindo-se o Brasil. Estudos recentes mostram que essas vacinas conferem proteção contra as infecções graves que requerem internação, em torno de 85 a 95%, e no total das infecções por rotavírus, de 72 a 74%.

A vacina utilizada contra o Rotavírus, incluída no calendário infantil brasileiro, em outros países da América Latina e Europa, é o Rotarix® do laboratório Glaxo Smith Kline Biologicals. Trata-se de uma vacina oral, atenuada, monovalente (G1P1A[8]), cepa RIX4414, com elevada imunogenicidade, eficácia e segurança. A vacina é aplicada nas idades de 2 meses (1ª. dose) e 4 meses (2ª. dose). Continue lendo

VOCÊ SABIA QUE LAVAR AS MÃOS PODE EVITAR DOENÇAS?

O simples ato de lavar as mãos é de importância fundamental no nosso cotidiano. Higienizar as mãos frequentemente e da maneira correta é uma das principais formas de evitar inúmeras doenças.

São as mãos que nos ajudam em todas as tarefas, inclusive na preparação dos nossos alimentos. Mãos sujas são o paraíso das bactérias. Diarreia, hepatite, gripe e infecções intestinais são algumas das doenças que podem ser evitadas pelo simples hábito de lavar as mãos.

A água é capaz de prevenir doenças que ainda hoje causam milhões de mortes em todo o mundo. Como tocamos com as mãos, diariamente, superfícies sujas, com inúmeros tipos de bactérias, estamos sujeitos a uma enorme quantidade de infecções. Levar as mãos sujas aos olhos, à boca ou ao nariz, pode facilmente provocar problemas de saúde. Continue lendo

ROTAVÍRUS: DA CRIANÇA AO ADULTO

Rotavirus é um gênero de vírus de RNA bicatenário da família Reoviridae. É umas das principais causas de diarreia grave em lactentes e crianças jovens, e é um dos diversos vírus que causam infeções comumente chamadas de Gastroenterites nos adultos e Rotavirose em crianças e bebês.

Estima-se que, aos cinco anos de idade, quase todas as crianças do mundo tenham sido infectadas por um rotavírus ao menos uma vez. No entanto, como em cada infecção a imunidade se desenvolve, as infecções subsequentes são menos graves e adultos raramente são afetados.

Existem oito espécies deste tipo de vírus, conhecidas como A, B, C, D, E, F, G e H. O Rotavírus A, o mais comum, é o responsável por mais de 90% das infecções em seres humanos.

Dos sorotipos diferentes de Rotavirus, somente três deles infectam o homem e causam gastrenterite aguda. Essa variedade de sorotipos explica por que a pessoa pode ser infectada mais de uma vez, embora seja possível desenvolver certo grau de proteção cruzada que torna mais leve a infecção por um tipo diferente de Rotavirus.

Continue lendo