OUTRAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O PrEP

A Profilaxia Pré-Exposição ao HIV é um novo método de prevenção à infecção pelo HIV. A PrEP consiste na tomada diária de um comprimido que impede que o vírus causador da aids infecte o organismo, antes de a pessoa ter contato com o vírus.

A PrEP é a combinação de dois medicamentos (tenofovir + entricitabina) Truvada® que bloqueiam alguns “caminhos” que o HIV usa para infectar seu organismo. Se você tomar PrEP diariamente, a medicação pode impedir que o HIV se estabeleça e se espalhe em seu corpo.

A PrEP só é eficaz para pacientes que não possuem HIV+ e que tomam a medicação diariamente, sem interrupções. O seu efeito protetor começa após 7 dias de uso para relação anal e 20 dias de uso para relação vaginal. Continue lendo

CONTRAINDICAÇÕES DA PrEP

A Profilaxia Pré-Esposição (PrEP) é a utilização de medicamentos antirretrovirais, antes da exposição ao HIV, por pessoas não infectadas e que tenham chances aumentadas de contato com o vírus, como forma de prevenção.

  1. Pré • Antes
  2. Exposição • Atividade que pode levar à infecção por HIV
  3. Profilaxia • Prevenção

A medicação mais utilizado no mundo e no Brasil como PrEP é o medicamento Truvada®, que consiste em:

– Tenofovir associado a Entricitabina, em dose fixa combinada TDF/FTC 300/200mg, um comprimido por dia, via oral, em uso contínuo. Continue lendo

FDA APROVA TRUVADA PARA USO EM ADOLESCENTES

O Truvada, que combina os antirretrovirais tenofovir e emtricitabitina, foi aprovado como medicação para profilaxia pré-exposição (PrEP) – em que há risco de contaminação – em 2012; inicialmente para adultos acima de 18 anos dentro do grupo de risco, que incluem casais gays, travestis e transsexuais, profissionais do sexo, e casais sorodiscordantes (em que apenas um possui o vírus).

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) permitiu o uso preventivo para HIV-1 em maio do ano passado.

Esta semana a Food and Drug Adminstration (FDA), agência responsável pela monitoramento de remédios nos Estados Unidos, aprovou nova indicação do uso do Truvada, medicamento usado como tratamento preventivo contra o HIV. Agora a medicação também pode ser utilizada por pessoas menores de 18 anos para reduzir o risco de HIV-1 – tipo mais comum da doença. O tratamento deve ser associado a outras formas de prevenção, como o uso de camisinha. Continue lendo

ESTUDO BRASILEIRO MOSTRA 100% DE EFICÁCIA DA PrEP

Estudo inédito realizado em cinco cidades mostra que o uso de antirretrovirais para prevenir o HIV foi eficaz em 100% dos casos. O trabalho acompanhou 526 voluntários que passaram a usar o medicamento como estratégia de prevenção.

No período avaliado, nenhuma das pessoas que usavam o medicamento contraiu o HIV.

“Três infecções foram identificadas, mas entre pessoas que esperavam para iniciar o uso da Prep (terapia pré-exposição)”, disse o coordenador do trabalho, o pesquisador Alexandre Grangeiro, da Universidade de São Paulo (USP). Para ele, o resultado confirma a importância da estratégia e reforça a necessidade de implementação no Sistema Único de Saúde. Continue lendo

POSSÍVEIS REAÇÕES ADVERSAS PARA QUEM FAZ USO DA PrEP – TRUVADA®

O medicamento Truvada® é uma associação de EMTRIVA® (entricitabina) e VIREAD® (fumarato de tenofovir desoproxila), que é indicado em combinação com outros agentes antirretrovirais [tais como inibidores não nucleosídeos da transcriptase reversa (ITRNNs) ou inibidores da protease] no tratamento da infecção pelo HIV-1 em adultos ou como profilaxia – pré-exposição (PrEP) em indivíduos (HIV-).

Assim como todos os medicamentos que existem, o Truvada® também não está isento de provocar reações adversas, estas que podem ser de grau leve a moderado e /ou até mesmo, com grau de risco alto que impeça a continuação do tratamento.

Apesar de bem aceita pela maioria, parte dos usuários da Profilaxia pré-exposição (PrEP) frequentemente relatam efeitos colaterais nos primeiros meses de uso. Em sua maior parte de natureza gastrointestinal, tais efeitos aparecem geralmente logo após o início da ingestão diária do Truvada®. Continue lendo

TRUVADA® – CONSIDERAÇÕES FARMACOLÓGICAS

O medicamento Truvada® é a associação de Tenofovir/entricitabina, que pode ser utilizada no tratamento e prevenção do vírus da imunodeficiência humana (HIV).

Neste medicamento são combinados 300 mg de fumarato de tonofovir disoproxil e 200 miligramas de entricitabina, em um único comprimido que deve ser ingerido com água, conforme indicação médica.

A formulação sobe o nome comercial Truvada®, do laboratório farmacêutico Gilead Sciences, nas formas de gel ou comprimido, foi aprovado inicialmente nos Estados Unidos, pela Food and Drug Administration (FDA) em 2004.

Porém somente em julho de 2012, a FDA anunciou a aprovação do medicamento Truvada® como pílula preventiva para pessoas não contaminadas pelo vírus HIV, tratamento conhecido como PrEP – Profilaxia pré-exposição.  Inicialmente a indicação da Truvada® como PrEP era para grupos tipos como risco (profissionais do sexo masculinos e femininos e parceiros de pacientes HIV+). Continue lendo

O QUE É A PrEP?

PrEP significa profilaxia pré-exposição. Pré-exposição porque é tomada antes da relação sexual.

Profilaxia Pré-exposição (PrEP) ao vírus da imunodeficiência humana, o HIV, é uma estratégia de prevenção que envolve a utilização de um medicamento antirretroviral (ARV), por pessoas não infectadas, para reduzir o risco de aquisição do HIV através de relações sexuais. O medicamento ARV irá bloquear o ciclo da multiplicação desse vírus, impedindo a infecção do organismo.

Há duas formas principais de PrEP: a PrEP Oral em forma de comprimido e a PrEP Tópica em forma de gel. Os resultados iniciais dos ensaios clínicos de PrEP Oral indicam que essa estratégia de prevenção pode ser extremamente útil para a mudança de cenário necessária no combate  a infecção pelo vírus HIV. Continue lendo