CERATOCONE

O ceratocone é uma doença ocular que consiste numa alteração progressiva do formato da córnea (a camada transparente em frente da íris e da pupila), que a torna irregular e com a forma de um cone, o que piora a visão.

A doença geralmente começa entre os 10 e 25 anos de idade. Os dois olhos são sempre afetados, causando importantes alterações na visão e exigindo frequentes mudanças na prescrição de óculos ou lentes de contato em muitas pessoas. A causa é desconhecida mas as pessoas são mais propensas a contrair o ceratocone se tiverem um dos seguintes fatores: Continue lendo

CONJUNTIVITE

A conjuntivite é uma doença que se caracteriza pela inflamação da conjuntiva, causada por agentes tóxicos, alergias, bactérias ou vírus. É a inflamação da conjuntiva, a membrana transparente que reveste o interior da pálpebra e parte do globo ocular.

É uma patologia comum, contagiosa mas que, regra geral, não provoca problemas de visão. É comum surgir em simultâneo com constipações ou crises alérgicas.

Geralmente compromete os dois olhos, não necessariamente ao mesmo tempo, sendo o contagio feito pelo contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados. Esta contaminação ocorre com maior facilidade em ambientes fechados como escolas, creches e ônibus. Continue lendo

DICAS PARA MANTER A SAÚDE DOS OLHOS

Normalmente negligenciado, os olhos apenas merecem nossa atenção quando enfermidades oportunistas e pontuais, tais como, conjuntivite, terçol, cisco, irritação, ou mesmo quando anomalias tradicionais, como, miopia, astigmatismo, hipermetropia, catarata, etc., batem à nossa porta. Mas, como veremos a seguir, não é apenas com isso que devemos ficar atentos.

E foi exatamente pensando nesses pontos que são normalmente “esquecidos” que fizemos uma lista com alguns procedimentos profiláticos que deverão fazer parte da agenda de todos; ao menos dos mais sensatos. Continue lendo

CUIDADO COM OS OLHOS NO INVERNO

Não é só o aparelho respiratório que sofre com as mudanças climáticas decorrentes da chegada do inverno. Nessa época os olhos também precisam de atenção redobrada, já que os registros de algumas doenças oculares podem triplicar na estação mais fria do ano.

Sentir os olhos coçar ou arder nesse período podem ser indícios de problemas como conjuntivite viral, síndrome do olho seco, alergia ou algo mais sério como glaucoma e catarata. Por isso, é importante saber quais as medidas de prevenção mais indicadas para manter a saúde ocular em dia em qualquer período do ano.

 Veja abaixo algumas das principais recomendações:


Continue lendo