MITOS SOBRE VACINAS

Vacinas são recursos essenciais para a saúde individual e pública. O princípio da vacinação consiste em, através do uso especificamente controlado de microrganismos causadores de doenças, ou suas toxinas, estimular o sistema imunológico de modo que este seja capaz de montar uma defesa contra tal antígeno. 

Dessa forma, quando o indivíduo entrar em contato com este antígeno ele já possua mecanismos efetores eficientes para protege-lo e garantir sua segurança e saúde, prevenindo assim diversas doenças. Isso acontece pela geração de memória imunológica, ou seja, nosso sistema imune é capaz de armazenar uma memória para cada antígeno que entramos em contato ao logo da vida e assim, é capaz de se defender e combater tal antígeno.

A vacinação é o modo conhecidamente mais eficaz de se prevenir doenças causadas por agentes infecciosos. Porém como qualquer tratamento ou prevenção de doença, as vacinas podem variar de eficiência levando em conta certos fatores como: Continue lendo

DÚVIDAS FREQUENTES: VACINA DA GRIPE x RESFRIADO

Dúvidas

E importante ressaltar que o patógeno causador da gripe é diferente do causador do resfriado.

Direção

Na gripe temos uma doença mais grave, com sintomas caracterizados clinicamente por febre alta, calafrios, cefaleia, mal estar, mialgia e tosse seca, porém ambas podem levar a graves consequências.

Já no resfriado, temos sintomas mais inofensivos como coriza, espirros e congestão nasal. Tais sintomas podem demorar até 2 semanas para desaparecer. Continue lendo

VACINA DA GRIPE (INFLUENZA)

A gripe ou influenza é uma doença viral que aflige a espécie humana desde a Antiguidade. Embora considerada banal, a enfermidade está associada a complicações bacterianas que podem ser mortais em alguns casos.

Para combater a gripe, hoje dispomos de vacinas e quatro drogas antivirais usadas para prevenção e tratamento: amantadina, rimantadina, zanamivir e oseltamivir. No Brasil as principais formas de combate à doença se concentram na vacina e campanhas de conscientização.

Em território nacional a vacina da gripe é opcional e está disponível na rede privada e na rede pública para gestantes, pessoas com 60 anos ou mais, mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, crianças de seis meses e menores de dois anos, profissionais de saúde, além dos doentes crônicos e pessoas privadas de liberdade.

Continue lendo