NOVAS DIRETRIZES PARA HOMEOPATIA E SUPLEMENTOS

Agência de Vigilância Sanitária diz que as mudanças são para que os consumidores tenham mais facilidade e segurança na hora de consumir esses produtos.

Os remédios dinamizados (como são chamados os antroposóficos, homeopáticos e homotoxicológicos) e os suplementos alimentares agora tem novas normas de comercialização, estipuladas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A partir de agora, os medicamentos homeopáticos precisarão respeitar certos critérios de produção e passar por testes antes de serem liberados. Este tipo de produto também poderá ter nome comercial, o que vai facilitar para o consumidor na hora de procurá-lo. Continue lendo

HOMEOPATÍA E A FEBRE AMARELA: ESCLARECIMENTOS

A vacina contra a febre amarela é preparada a partir do vírus vivo atenuado e produzida no Brasil. Sua imunidade ocorre dez dias após a aplicação, conferindo imunidade, segundo a OMS, por toda a vida.

O emprego da homeopatia no caso da febre amarela consiste na indicação de medicamentos homeopáticos que auxiliam na profilaxia e tratamento dos sintomas. A vacinação estabelecida conforme as diretrizes do Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, é a medida mais importante para a prevenção e o controle da doença.

Desde a criação da homeopatia pelo médico alemão Dr. Samuel Hahnemann, essa terapêutica vem atuando em epidemias, e há relatos históricos documentados que demonstram resultados e benefícios bastante significativos.

Continue lendo