DISFUNÇÃO ERÉTIL – QUANDO MEDICAMENTOS ORAIS FALHAM

Entende-se por Disfunção Erétil (DE), a dificuldade de manter a ereção peniana, em pelo menos 50% das tentativas, por tempo suficiente para permitir a penetração vaginal ou anal e a satisfação sexual.

Essa condição é popularmente conhecida como Impotência Sexual. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), cerca de 50% dos homens brasileiros acima de 40 anos têm alguma queixa em relação às ereções.

As causas da DE variam e podem ser relacionadas a motivos psicológicos, orgânicos ou ambos os casos. Continue lendo

CIRURGIAS NA PRÓSTATA CAUSAM IMPOTÊNCIA SEXUAL?

A maioria das cirurgias da próstata não causa impotência. No caso de pacientes operados para tratamento de doenças benignas, a probabilidade de impotência é praticamente nula.

No caso de pacientes operados por câncer de próstata, o risco de impotência varia de 30 a 100%, dependendo do caso (estágio da doença, tamanho do tumor, estado da função sexual antes da operação, idade).

É importante salientar que nem todo tratamento para câncer de próstata causa alterações na vida sexual do homem.

A cirurgia que verdadeiramente traz um impacto maior nessa área é a prostatectomia radical. Cirurgias menores como a RTU conhecida como “raspagem”, raramente trazem alguma mudança na vida sexual. Continue lendo

O QUE É PRIAPISMO?

O priapismo é uma condição que se caracteriza pela ereção prolongada e dolorosa do pênis, que pode ocorrer devido a estímulos sexuais ou não, nos homens.

Entende-se por priapismo quando a ereção se prolonga por mais de quatro horas, mesmo após o fim da estimulação sexual. Esta condição ocorre quando o sangue que normalmente se desloca para o pênis, no momento da estimulação sexual para formar a ereção, e fica preso neste órgão sem conseguir sair.

O priapismo é uma condição médica geralmente dolorosa e potencialmente danosa na qual o pênis ereto não retorna ao seu estado flácido, apesar da ausência de estimulação física e psicológica, o que pode levar a: Continue lendo

SEXUALIDADE MASCULINA – INFORMAÇÕES PARA TODAS AS IDADES

sexualidade

Embora homens e mulheres passem pelas mesmas fases, existem especificidades em cada uma delas, nomeadamente, em termos de duração e intensidade no encontro sexual.
Os estímulos eróticos, que potenciam uma resposta sexual, podem incluir imagens mentais, visuais, odores, sons e/ou carícias.

A resposta sexual masculina está extremamente ligada à elaboração de fantasias mentais, à visualização do objeto do desejo e às carícias das zonas erógenas. Este tipo de  resposta sexual passa normalmente por quatro fases:

• Desejo;
• Excitação;
• Clímax ou orgasmo;
• Resolução ou regresso.

Continue lendo