O QUE É DOR?

A dor é a experiência sensitiva e emocional desagradável associada ou relacionada a lesão real ou potencial dos tecidos.

Cada indivíduo aprende a utilizar esse termo através das suas experiências anteriores.

A dor continua sendo uma das grandes preocupações da Humanidade. Desde os primórdios do ser humano, conforme sugerem alguns registros gráficos da pré-história e os vários documentos escritos ulteriormente, o Conheça mais sobre a Dor sempre procurou esclarecer as razões que justificassem a ocorrência de dor e os procedimentos destinados a seu controle. Continue lendo

VULVODÍNEA

A vulvodínia foi documentada pela primeira vez na literatura médica em 1880, descrita como ‘hipersensibilidade da vulva’ e uma ‘fonte frutífera de dispareunia’ (dor durante o sexo).

A Escola Americano de Obstetrícia e Ginecologia define a vulvodínia como dor na vulva que dura três meses ou mais e não é causada por uma infecção, problema de pele ou outra questão médica; a condição pode surgir de repente ou lentamente, com o tempo. Onde há dois tipos distintos: Vulvodínea Geral e Vulvodínea localizada.

Já a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor define a vulvodínia como uma síndrome de dor crônica na área vulvar em ausência de um processo infeccioso, dermatológico, metabólico, auto-imunitário ou neoplásico. Continue lendo

5 MÉTODOS ANESTÉSICOS DO PASSADO

Ter à disposição um comprimido para aliviar a dor é algo bastante moderno. No entanto, a dor tem sido parte da existência humana ao longo de nossa história.

Nos séculos passados, era preciso apelar para substâncias como éter, animais como peixes elétricos e até procedimentos como um enema com fumaça de tabaco. Continue lendo

VAGINISMO E DISPAREUNIA – O DESCONFORTO NO ATO SEXUAL

Vaginismo e Dispareunia são disfunções sexuais que causam dor na relação ou mesmo impedem a penetração durante o sexo.

Dispareunia é o termo médico usado para descrever a sensação de desconforto ou dor durante o ato sexual. Para ser mais exatos, dispareunia é definida como uma dor ou desconforto constante ou persistente que inicia-se no momento da penetração, durante o ato sexual ou logo após o seu fim.

 
A dispareunia pode ocorrer em ambos os sexos, mas é muito mais comum nas mulheres.

O vaginismo é uma das principais causas de dispareunia, sendo caraterizado pela contração involuntária dos músculos da vagina, o que dificulta a penetração ou mesmo a impede e causa  muita dor durante o ato sexual. O vaginismo tanto pode ser a causa como uma consequência da dor durante do sexo.

Essa contração muscular involuntária é uma autodefesa da mulher à alguma situação que a mesma encara como ameaçadora, como penetração durante a relação sexual, exame ginecológico, uso de absorvente interno, ou qualquer situação que acredita que haverá presença de dor.

Continue lendo