ASMA: FATORES DE RISCO

A asma é um quadro clínico em que as vias aéreas se estreitam, geralmente de forma reversível, em resposta a certos estímulos.

Embora a asma seja uma das doenças crônicas mais comuns da infância, adultos também podem desenvolver asma, mesmo em idade avançada.

A asma é uma inflamação dos brônquios sem uma causa aparente, mas é possível controlar as crises e até prevenir que elas aconteçam com algumas medidas simples. Continue lendo

Vírus Sincicial Respiratório (VSR)

Facilmente confundido, o  Vírus sincicial respiratório atinge crianças e adultos e é responsável pela maior parte dos casos de bronquiolite em menores de 2 anos. Para essa faixa etária, a atenção deve ser redobrada porque, além desses sintomas, a virose provoca também falta de ar e chiado e pode exigir internação.

Estima-se que 90% das Infecções Respiratórias Agudas – IRA, são relacionadas com agentes virais. Os agentes virais mais frequentes envolvidos em infecções respiratórias agudas são: vírus sincicial respiratório (VSR), vírus influenza tipos A e B (FLU A/B), vírus parainfluenza (PIV), adenovírus (AdV) e metapneumovírus humano (hMPV).

O VSR pode ser classificado como componente da ordem Mononegavirales, família Paramyxoviridae, subfamília Pneumovirinae e gênero Pneumovírus.

O Vírus Sincicial Respiratório – VSR é considerado o agente mais frequente de IRA em lactentes e crianças. Tem distribuição mundial e segue um padrão sazonal característico, circulando principalmente nos meses de inverno. A infecção pelo VSR leva a uma ampla coleção de sintomas respiratórios, desde rinite e otite média até pneumonia e bronquiolite, sendo as duas últimas associadas a altas morbidade e mortalidade.

Continue lendo