RESSACA: ENTENDA

A ressaca, como é conhecida popularmente, também pode ser chamada de Veisalgia e descreve a soma dos efeitos fisiológicos desagradáveis que se seguem após uma grande ingestão de bebida alcoólica.

As características comumente relatadas para o estado incluem dores de cabeça, náuseas, sensibilidade a luz e a ruídos, letargia, diarreia, disfonia, sudorese e sede.

Embora a ressaca possa ser sofrida a qualquer tempo, geralmente aparece pela manhã após uma noite de bebedeira. Além dos sintomas físicos, uma ressaca também pode incluir sintomas psicológicos, como depressão e ansiedade. Continue lendo

10 FATOS IMPORTANTES SOBE A OSTEOPOROSE

Sem cura, mas com tratamento acessível para diminuir os riscos de lesões, a osteoporose pode ter como um primeiro sintoma, as fraturas, estas que ocorrem nos mais simples acidentes domésticos.

O osso, além de promover sustentação ao nosso organismo, é a fonte de cálcio, necessária para a execução de diversas funções como os batimentos cardíacos e a força muscular. É uma estrutura viva que está sendo sempre renovada. Essa remodelação acontece diariamente em todo o esqueleto, durante a vida inteira.

A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição de massa óssea, com o desenvolvimento de ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, tornando-os mais sujeitos a fraturas.

Leia abaixo 10 fatos importantes sobre esta doença que é mais comum do que a maior parte da população imagina. Continue lendo

CÂNCER ANTES DOS 30 ANOS: CONHEÇA OS PRINCIPAIS MITOS

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Nacional do Câncer(Inca) revelou que o câncer é a segunda maior causa de morte de pessoas entre 15 a 29 anos no Brasil, perdendo apenas para “causas externas”, que envolvem óbitos por acidentes e violência.

Entre os casos mais comuns que atingem o publico jovem estão os casos de leucemia, embora este possa ocorrer em qualquer idade.

Entre os anos de 2009 e 2013, estima-se que 17.500 jovens morreram no país por conta da doença. Mas o que faz pessoas tão jovens desenvolverem câncer? Apenas fator genético? Ou o estilo de vida pode influenciar no aparecimento da doença tão precocemente?

Confira abaixo os mitos e verdades sobre o câncer antes dos 30 anos, segundo os especialistas: Continue lendo

BEBÊS PREMATUROS – DICAS IMPORTANTES

Existe um tempo ideal para a gravidez, que são os 9 meses ou mais corretamente 40 semanas, podendo considerar-se normal o bebê nascer 3 semanas antes ou uma depois das 40 semanas.

A partir das 24 semanas de gestação o feto é considerado viável, pelo que a partir dessa altura poderá nascer, ainda que o seu prognóstico seja reservado. Se o bebê nascer entre as 24 e as 36 semanas mais 6 dias é considerado um bebê prematuro ou pré-termo, isto é, que nasceu antes do tempo considerado espectável.

Se o bebê nasce entre as 37 e as 42 semanas denomina-se de recém-nascido de termo, isto é, que atingiu o tempo considerado normal e suficiente para estar apto a sobreviver sem ajuda para respirar ou comer. Claro que o fato de um bebê nascer prematuro ou de termo não quer imperativamente dizer que este necessite ou não de ir para a neonatologia (serviço com incubadoras, especializado em recém-nascidos com dificuldades de adaptação ao meio fora do útero materno), isto tudo depende da maneira como o bebé responde à vida fora da barriga da mãe.  Continue lendo

CONHEÇA OS PRINCIPAIS MITOS SOBRE ANDROPAUSA

Existe uma queda natural da testosterona entre os 40 e os 70 anos numa proporção de 1% ao ano. Porém em alguns homens ela é mais acentuada e precoce levando o homem a andropausa.

A Andropausa é uma queda na produção dos hormônios masculinos, comum em alguns homens. É importante se levar em consideração que diferente da menopausa, a Andropausa não causa a interrupção abrupta da produção de testosterona, no homem, mas sim uma gradativa diminuição da testosterona livre.

A andropausa pode causar grande variedade de sinais e sintomas e estar relacionada a diversas enfermidades do homem. No diagnóstico da andropausa, leva-se em conta o que o indivíduo sente e/ou apresenta durante o exame físico para avaliação das possíveis causas. Continue lendo

ALZHEIMER: ESCLAREÇA ALGUNS MITOS E VERDADES

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.

A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

Não se sabe por que o Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa doença. As duas principais alterações que se apresentam são as placas senis decorrentes do depósito de proteína beta-amiloide, anormalmente produzida, e os emaranhados neurofibrilares, frutos da hiperfosforilação da proteína tau. Outra alteração observada é a redução do número das células nervosas (neurônios) e das ligações entre elas (sinapses), com redução progressiva do volume cerebral. Continue lendo

CASPA? ENTENDA OS MITOS E VERDADES

A caspa é uma descamação excessiva do couro cabeludo, na qual surgem entre os fios de cabelo pequenas escamas brancas, sem a presença de inflamação do couro cabeludo. É considerada a variedade mais comum e mais branda de dermatite seborreica.

A caspa é um problema muito comum, caracterizado por coceira e descamação da pele na região do couro cabeludo. Embora a caspa não seja contagiosa nem grave, a sua presença pode ser embaraçosa e, por vezes, difícil de tratar.

 

Apesar de mal vista, a caspa não é necessariamente um sinal de falta de higiene do indivíduo.

A pele do couro cabeludo está em constante processo de renovação, havendo sempre produção de novas células e descamação de tecido morto. Conforme a camada mais superficial da pele vai se renovando, as células mais velhas são empurradas para fora, onde acabam por morrer e descamar. Continue lendo