RECÉM-NASCIDO COM MICROCEFALIA

As crianças com microcefalia precisam de estimulação precoce, para redução do comprometimento no desenvolvimento neuropsicomotor decorrente da malformação. O período mais importante para essa estimulação vai de 0 aos 3 anos, época de maior resposta aos estímulos.

Para orientar os profissionais de saúde no atendimento a esses bebês, o Ministério da Saúde lançou um documento com todas as diretrizes para estimulação precoce de crianças com atraso no seu desenvolvimento.

As Diretrizes abordam aspectos relacionados ao desenvolvimento neuropsicomotor da criança, como a avaliação do desenvolvimento auditivo, visual, motor, cognitivo e da linguagem, a estimulação precoce, o uso de tecnologia assistiva (bengalas e cadeiras de rodas), além de outros aspectos, como a importância do brincar e a participação da família na estimulação precoce. Continue lendo

BEBÊS PODEM TER PIOLHO?

A pediculose (piolho) é uma doença parasitária causada por um parasita sugador de sangue que vive na pele e na superfície de cabelos outros pelos. O piolho vive agarrado aos fios de cabelos e se reproduz muito facilmente, produzindo muitos pontinhos brancos (lêndeas) que são os ovos do parasita.

Apesar de incomum, pode acontecer de um bebê ter piolho, especialmente quando a criança frequenta creche ou berçário, ou tem algum irmão pequeno que vai à escola.

Isso porque a transmissão se dá pelo contato direto com alguém que esteja infestado pelo o parasita ou mesmo ter contato com utensílios que possam armazenar os ovos do piolho, esse pode levar a infecção do bebê. Continue lendo

FENILCETONÚRIA – O QUE É?

Fenilcetonúria (PKU) é uma doença congênita, genética e bem rara, na qual a pessoa nasce sem a capacidade de quebrar adequadamente moléculas de um aminoácido chamado fenilalanina. Uma pessoa com Fenilcetonúria nasce com a atividade prejudicada da enzima que processa fenilalanina em tirosina.

A doença é causada por uma mutação genética. É uma doença genética onde o pai e a mãe devem passar o gene defeituoso para que o bebê apresente a doença.

Os bebês com fenilcetonúria não possuem uma enzima chamada fenilalanina hidroxilase, necessária para quebrar fenilalanina, um aminoácido importante, pois é parte integral de todas as proteínas do nosso corpo. Continue lendo

BROTOEJA

Brotoeja é o nome popular da miliária, uma dermatite inflamatória causada pela obstrução mecânica à eliminação do suor pelas glândulas sudoríparas (écrinas) e que acaba impedindo a saída do suor do corpo.

Ambientes quentes e úmidos, excesso de roupas e agasalhos, assim como febre alta favorecem o aparecimento dessas lesões. Em geral, elas surgem no tronco, pescoço, axilas e dobras de pele, sob a forma de pequenas bolhas de água (vesículas).

A aparência dessas lesões varia de acordo com a profundidade na qual ocorreu o bloqueio no ducto excretor (glândula que passa pela derme, epiderme e termina nos poros da superfície da pele, expelindo o suor). Continue lendo

AMAMENTAÇÃO CRUZADA

A amamentação cruzada consiste no ato da mulher lactante amamentar um bebê de outra mulher ou entregar o seu filho para que outra pessoa amamente. Muito utilizada no passado, hoje a prática não é indicada porque, de acordo com especialistas, existem riscos para a criança.

Sendo contraindicada formalmente pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS), a amamentação cruzada, traz diversos riscos ao bebê, podendo transmitir doenças, infectocontagiosas.

O perigo desta prática se dá porque o bebê pode ser contaminado por uma infinidade de doenças que o bebê ainda não está preparado para se defender, devido ao seu sistema imunológico ainda ser prematuro. Continue lendo

HFMD – DOENÇA MÃO-PÉ-BOCA

Hand, foot, and mouth disease (HFMD) ou Doença mão-pé-boca é uma doença viral comum que geralmente afeta bebês e crianças menores de 5 anos de idade. No entanto, às vezes pode ocorrer também em crianças mais velhas e adultos.

A doença mão-pé-boca (HFMD) é causada geralmente pelo vírus A16 do coxsackie, um membro da família do enterovírus, Porém também pode ser causada, em alguns casos, pelo coxsackie B ou pelo vírus do enterovírus 71.

A doença obtém seu nome devido ao prurido não-sarnento que se torna nas palmas das mãos e das solas do pés. Continue lendo

SANGUE NAS FEZES DO BEBÊ: PRINCIPAIS MOTIVOS

Encontrar sangue nas fezes dos bebês, sejam eles recém nascidos ou com um pouco de idade, pode ser algo muito  desesperador para os pais.

A causa mais comum e menos grave de cor avermelhada ou muito escura nas fezes do bebê, está relacionadas ao consumo de alimentos como beterraba, tomate e gelatina. O corante destes alimentos pode deixar as fezes com uma coloração avermelhada, mas que não está relacionada à presença de sangue, embora possa confundir os pais. Continue lendo