PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE INFLUENZA H7N9 – GRIPE AVIÁRIA

O vírus influenza A da gripe A (H7N9), foi identificado na China em março de 2013, causando doença grave em seres humanos. Foi a primeira vez que um vírus influenza A aviário de baixa patogenicidade foi associado a resultados fatais para as pessoas. De lá pra cá, inúmeras pessoas acabaram se contaminando com o vírus, este de se desenvolve de forma grave em humanos, causando uma preocupação mundial, dado o risca de uma pandemia.

Veja abaixo algumas questões sobre a Influenza A (H7N9)

  1. O que é o Vírus Influenza A (H7N9)?

O vírus influenza A (H7N9) é parte de um subgrupo do vírus influenza que normalmente circula entre as aves podendo ser transmitindo para humanos. A doença é preocupante, pois tem sido severa na maioria dos casos. No momento não há nenhuma evidência de que o vírus pode ser transmitido de pessoa para pessoa, mas está sendo investigado ativamente ambas as vias de transmissão de animal para pessoa e de pessoa a pessoa.

 


  1. Quais são os principais sintomas da infecção humana com o Vírus Influenza A (H7N9)?

Os sintomas iniciais são febre alta, geralmente acima de 38 °C, e outros sintomas semelhantes aos da gripe. As manifestações clínicas apresentadas durante a admissão hospitalar, incluem febre, tosse produtiva e não produtiva, falta de ar, dispneia, hipóxia, e evidencia de doença respiratória do trato inferior com opacidade, consolidação e infiltrados nas imagens pulmonares.

 


  1. Por que é que este vírus infecta os seres humanos?

Não se sabe porque alguns vírus influenza em circulação em animais são capazes de atravessar a barreira entre espécies e infectar os seres humanos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e demais parceiros de saúde monitoram esse vírus continuamente em todo o mundo, para tentar entender melhor estas perguntas. 

 


  1. O vírus H7N9 é diferente da influenza A (H1N1) e vírus A (H5N1)?

Sim. Todos os três vírus são vírus da gripe, mas são distintos um do outro. O vírus H7N9 e H5N1 são considerados vírus da gripe animal que, por vezes infectam as pessoas. O vírus H1N1 pode ser relacionado entre aqueles que normalmente infectam as pessoas, que normalmente infectam os animais e se transmite de pessoa para pessoa.

 


  1. Como as pessoas são infectadas pelo Vírus Influenza A (H7N9)?

A informação epidemiológica e virológica disponível indica fortemente que as infecções H7N9 humanas mais conhecidas resultam do contato direto com aves infectadas ou contato indireto (por exemplo, visitando mercados e ter contato com ambientes onde as aves infectadas foram mantidas ou abatidas). Uma minoria de casos parecem ter resultado de contágio para pessoa. Como as infecções H7N9 não causam sintomas graves em aves, esta infecção pode se espalhar “silenciosamente” entre as aves.


  1. Como pode ser evitada a infecção com o Vírus Influenza A (H7N9)?

É sempre prudente seguir as boas práticas de higiene para prevenir infecções respiratórias, como:

Higiene das mãos

Lave as mãos antes, durante e depois de preparar alimentos; antes de comer; depois de usar o banheiro; depois de manusear animais ou resíduos animais; quando suas mãos estão sujas; e antes e após a prestação de cuidados a alguma pessoa em sua casa que esteja doente. Lave as mãos com sabão e água corrente, podendo também, se for possível utilizar um produto de limpeza à base de álcool.

Higiene respiratória

Ao tossir ou espirrar, a pessoa deve cobrir sua boca e nariz, com lenço ou com o cotovelo flexionado; jogue o lenço usado em uma caixa fechada imediatamente após o uso; higienizar as mãos após o contato com secreções respiratórias.


  1. . Existe vacina para o Vírus Influenza A (H7N9)?

Atualmente, não existe nenhuma vacina para a prevenção de infecções H7N9 em seres humanos. A OMS está trabalhando com seus parceiros para o desenvolvimento de vacinas e alguns produtos já estão sendo testados para a eficácia e segurança.


  1. Existe tratamento para a infecção pelo H7N9?

Testes de laboratório mostram que medicamentos antivirais, chamados inibidores da neuraminidase (por exemplo oseltamivir e zanamivir) são eficazes contra a gripe H7N9. Entre as pessoas com infecção pelo H7N9 na China, alguns dos que receberam tratamento precoce com inibidores da neuraminidase foi observado o desenvolvimento de doença mais branda do que aqueles tratados mais tarde.

 


  1. O que a OMS recomenda sobre viagens aéreas?

Não existe restrições para as viagens. Não é preciso cancelar viagens ou adia-las. Apenas recomendamos que se tomem os devidos cuidados. A OMS continuará a fornecer informações atualizadas assim que estiverem disponíveis.


Fonte: PORTAL DA SAÚDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *