TRATAMENTO PARA HEPATITE C PODERIA SER USADO NA CHIKUNGUNYA?

Uma pesquisa brasileira demonstrou em laboratório que o remédio sofosbuvir, usado e aprovado no combate à hepatite C crônica, também é eficiente no combate à chikungunya nas células humanas infectadas.

O estudo foi feito pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP) e foi divulgado pela agência Fapesp. De acordo com uma das autoras, Rafaela Milan Bonotto, o remédio conseguiu eliminar o vírus sem danificar as células. Continue lendo

ESTRESSE NO CORPO FEMININO

O estresse pode ser definido como a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos, sejam eles benéfico ou não para o ser humano.

Cada pessoa irá agir de forma diferente a pressão de estímulos sofridos ao longo da vida. Como essa pressão de estímulos se tornou comum no mundo moderno, é também comum que o estresse se torne patológico e as pessoas necessitem de ajuda para entender o que estão passando e combater esse mal.

Veja abaixo algumas efeitos do estresse no corpo feminino:

Continue lendo

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL – AVC

Um acidente vascular cerebral ocorre quando uma artéria no cérebro fica bloqueada ou se rompe, resultando na morte de uma área do tecido cerebral devido à perda da circulação sanguínea (infarto cerebral) e causando sintomas repentinos.

Um acidente vascular cerebral é considerado uma doença cerebrovascular por afetar o cérebro (cerebral) e os vasos sanguíneos (vascular).

VISÃO GERAL SOBRE O AVC

  • A maioria dos acidentes vasculares cerebrais é isquêmica (geralmente devido ao bloqueio de uma artéria), mas alguns acidentes são hemorrágicos (devido à ruptura de uma artéria).

Continue lendo

FATORES DE RISCO: CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos.

Para o Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.

O câncer de mama não tem uma causa única. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença, tais como: idade, fatores endócrinos/história reprodutiva, fatores comportamentais/ambientais e fatores genéticos/hereditários. Continue lendo

CERVICITE OU ENDOCERVICITE AGUDA

Inflamação no colo do útero, a parte inferior, mais estreita do útero, que se abre na vagina, provocada por uma variedade de organismos e outros quadros clínicos, é chamada de Cervicite aguda ou endocervicite. 

A cervicite pode se disseminar para cima a partir do colo do útero e afetar o revestimento do útero (causando endometrite) e os outros órgãos reprodutivos (causando doença inflamatória pélvica).

Se a cervicite aparecer de repente, é geralmente causada por uma infecção. Se ela estiver presente por um longo período de tempo (crônica), normalmente não é causada por uma infecção.

As infecções que costumam causar a cervicite incluem doenças sexualmente transmissíveis como: Continue lendo

PRINCIPAIS DÚVIDAS AO SE FAZER EXAMES LABORATORIAIS

Exames de sangue, fezes e urina incluem a lista de exames laboratoriais que todos os seres humanos algum dia farão em suas vidas, seja para a investigação de alguma enfermidade, seja para checar a saúde geral do indivíduo.

Sequência de ações dentro de um laboratório onde são realizados exames laboratoriais inicia-se com a coleta do material a ser analisado e termina com a emissão de um laudo diagnóstico.

A fim de sanar as principais dúvidas que paciente possa ter antes de fazer seus exames, veja abaixo uma lista de perguntas e respostas sobre as principais dúvidas ao se fazer exames laboratoriais. Continue lendo

REDUÇÃO DO HIV LATENTE NO CORPO COM USO DE CÉLULAS TRONCO

Cientistas espanhóis descobriram enormes reduções nos reservatórios do HIV-1 (Vírus da Imunodeficiência Humana) de cinco pacientes que foram submetidos a tratamento com transplante de células-tronco, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Annals of Internal Medicine.

Os reservatórios latentes de HIV são as células do corpo onde o HIV é capaz de persistir mesmo quando os pacientes estão em terapia antirretroviral. Se alguém diagnosticado com HIV não tomar a medicação, a quantidade de HIV no corpo (chamada carga viral) aumentará. Embora os medicamentos possam suprimir as cargas virais, eles não podem eliminar completamente os reservatórios latentes do HIV. Continue lendo