NOVO GEL CONTRACEPTIVO MASCULINO

Um gel contraceptivo masculino foi projetado para ser uma forma reversível e menos invasiva de vasectomia, e está sendo observado como uma forma confiável de contracepção em primatas. Trazendo a perspectiva de uma forma alternativa de controle de natalidade para os seres humanos mais perto.

O produto, chamado Vasalgel, foi projetado para ser uma forma reversível e menos invasivo que uma cirurgia e no último estudo foi 100% eficaz na prevenção da concepção. Uma gota do gel é injetada no tubo portador de esperma, conhecido como o canal deferente, e atua como uma barreira de longa duração.

Testes anteriores em animais menores mostraram que o procedimento poderia ser facilmente revertido por quebra do gel usando ultra-som.

Catherine VandeVoort, do Centro Nacional de Pesquisa de Primatas da Califórnia e principal autora do estudo, disse: “As opções de contracepção dos homens não mudaram muito em décadas. Há vasectomia, que é pouco reversível, e preservativos. Se soubessem que poderiam obter um contraceptivo confiável que também poderia ser revertido, acho que seria atraente para eles. ”

A Fundação Parsemus , uma organização sem fins lucrativos que financiou o trabalho, disse que pretende iniciar um ensaio humano, logo que o financiamento for assegurado, com base nos resultados promissores dos primatas.

“Uma das grandes coisas sobre o modelo do macaco é que o trato reprodutivo masculino é muito semelhante ao dos  seres humanos e eles têm ainda mais esperma do que os humanos”, disse VandeVoort. “As chances são muito boas de ele ser também eficaz em seres humanos.”

Depois de décadas de progresso mínimo sobre contraceptivos masculinos, uma gama de diferentes abordagens agora parecem estar se mostrando a promissora. Uma investigação da Organização Mundial de Saúde, publicado no ano passado, descobriu que uma injeção de  contraceptivo hormonal masculino foi tão eficaz como a pílula feminina. No entanto, os cientistas ainda estão trabalhando para superar os efeitos colaterais indesejados, incluindo depressão, acne e libido crescente que estão ligados a géis hormonais, pílulas e injeções.

Em contraste, o procedimento Vasalgel não interfere com a produção de esperma e os níveis hormonais no corpo permanecem inalterados, o que significa que tais efeitos colaterais não são um problema. Tal como acontece com uma vasectomia, o esperma continua a ser produzido nos testículos, mas ao invés de ser ejaculado, ele se dissolve e é naturalmente absorvido pelo corpo.

Ao contrário da vasectomia, porém, em que o tubo é cortado e as duas pontas cauterizadas, o Vasalgel procedimento deve ser reversível, tornando-se potencialmente atraente para uma ampla gama de homens.


Créditos: The Guardian

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *