NOVO CORONAVÍRUS: COVID-19

A doença conhecida como Covid-19 é uma infecção respiratória causada pelo vírus conhecido como SARS-CoV-2. A doença é uma infecção respiratória aguda que pode evoluir para estados graves, principalmente em pacientes susceptíveis ou em grupos de risco.

Os primeiros casos da covid-19 foram ligados a um mercado de animais vivos em Wuhan, na China, sugerindo que o vírus tenha sido inicialmente transmitido de animais para os humanos.

A transmissão interpessoal ocorre pelo contato com secreções contaminadas, principalmente pelo contato com grandes gotículas respiratórias, mas também pode ocorrer por meio do contato com uma superfície contaminada pelas gotículas respiratórias (fômites).

Os pesquisadores ainda estão trabalhando para determinar a rapidez da transmissão do vírus de uma pessoa para outra ou como a infecção será sustentável em uma população, embora o vírus pareça ser mais transmissível do que o da SARS e sua propagação seja provavelmente mais semelhante à da influenza. Pacientes assintomáticos e pré-sintomáticos podem transmitir o vírus.


SINAIS E SINTOMAS

Pessoas com a covid-19 podem ter poucos ou nenhum sintoma, embora algumas adoeçam gravemente e morram. Os sintomas podem ser

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar ou dificuldade em respirar
  • Calafrios ou agitação repetida com calafrios
  • Dor muscular
  • Cefaleia
  • Dor de garganta
  • Perda recente de olfato ou paladar

O tempo de incubação varia de 2 a 14 dias após a exposição ao vírus. O risco de doença grave e morte nos casos de Covid-19 aumenta com a idade e em pessoas com outros problemas médicos graves, como doenças cardíacas ou pulmonares ou diabetes.

 


DIAGNÓSTICO

Exames diagnósticos para a covid-19 estão se tornando cada vez mais disponíveis por meio de laboratórios comerciais e de hospitais, além de laboratórios de saúde pública. A PCR feita no local do atendimento também está disponível comercialmente.

Para o teste diagnóstico inicial para a covid-19, os CDC recomendam coletar e testar um único swab nasofaríngeo. A coleta de swabs na concha nasal e/ou na orofaringe é aceitável se não houver swabs nasofaríngeos disponíveis. Os CDC também recomendam testar as amostras do trato respiratório inferior, se disponíveis. Para os pacientes com indicação clínica (p. ex., em ventilação mecânica invasiva), deve-se coletar aspirado do trato respiratório inferior ou lavado broncoalveolar como amostra do trato respiratório inferior.

 


TRATAMENTO

O tratamento da covid-19 é de suporte. Nenhuma vacina, antiviral ou outro tratamento específico está disponível até o momento (junho/2020).

Pesquisas com medicamentos estão em fases de testes. Medicamentos como Remdesivir têm apresentado alguns resultados promissores, mas ainda é visto com cautela pela comunidade científica.

Outro medicamente empregado é a Dexametasona, usada apenas em casos graves e tem apresentado promissores resultados diminuindo a morte de pacientes graves.

 


INFOGRÁFICO:

 


Fonte:

MSD Manuals, Versão para profissionais de Saúde; Coronavírus e síndromes respiratórias agudas (covid-19, mers e sars). Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt/profissional/doen%C3%A7as-infecciosas/v%C3%ADrus-respirat%C3%B3rios/coronav%C3%ADrus-e-s%C3%ADndromes-respirat%C3%B3rias-agudas-covid-19,-mers-e-sars

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *