GENGIVITE DEVIDO À PLACA DENTAL

A gengivite é a inflamação da margem gengival que pode progredir e afetar os ossos que permeiam e suportam os dentes. 

A causa direta da doença é a placa – uma película viscosa e incolor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva.

Se a placa não for removida pela escovação e uso de fio dental diários, ela produz toxinas (ácidos) que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite. Neste estágio inicial da doença gengival, os danos podem ser revertidos, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos. Entretanto, se a gengivite não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes.

Quase todas as gengivites resultam de placa dental (uma substância como uma película composta principalmente de bactérias). De longe, a causa mais comum é

  • Forma inadequada de escovar e utilizar o fio dental

Sem uma escovação adequada, a placa permanece na linha gengival dos dentes. Além disso, a placa bacteriana acumula-se dentro das obturações defeituosas e à volta dos dentes próximos de dentaduras postiças parciais pouco limpas, pontes e aparelhos ortodônticos. Quando a placa bacteriana permanece nos dentes mais de 72 horas, solidifica-se sob a forma de tártaro (cálculo), que não é totalmente eliminado através da escovação e da utilização de fio dental.

A placa irrita as gengivas e causa inflamação (gengivite). As gengivas têm aparência avermelhada, em vez de ter um rosado saudável. Elas se inflamam e se tornam maleáveis, em vez de firmes e compactas ao redor dos dentes. Além disso, as gengivas podem sangrar com facilidade, sobretudo durante a escovação ou durante a alimentação. Geralmente as pessoas não têm dor.

É possível evitar a gengivite induzida pela placa bacteriana através de uma boa higiene oral: escovação e utilização do fio dental todos os dias. Alguns enxaguantes bucais também servem para controlar a placa bacteriana. Uma vez formado, o tártaro só pode ser eliminado por um dentista ou higienista dental. Normalmente, as pessoas precisam de limpezas profissionais a cada 6 ou 12 meses. No entanto, as pessoas com má higiene oral, problemas de saúde que podem levar à gengivite, ou uma tendência a desenvolver a placa mais rapidamente do que o necessário podem necessitar de limpezas profissionais com mais frequência (a cada 2 semanas ou a cada 3 meses). Devido à sua excelente irrigação, as gengivas saram rapidamente depois de se eliminar o tártaro e a placa bacteriana, se os dentes forem escovados com cuidado e se for utilizado o fio dental.

A gengivite pode não apresentar dor, então é importante ficar atento a qualquer um dos sintomas:

  • Gengiva inchada, vermelha, sensível ou com sangramento
  • Gengiva que recua ou se afasta do dente
  • Mau hálito persistente ou gosto ruim na boca

PREVENÇÃO E TRATAMENTO

Você pode prevenir a gengivite da seguinte maneira:

  • Escovação correta e uso apropriado do fio dental para remover placa e restos de alimentos, e do controle do aparecimento de tártaro;
  • Alimentação correta para garantir nutrição adequada;
  • Evitar cigarros e outras formas de tabaco;
  • Ir ao dentista regularmente.

O tratamento pode ser feito com remoção do tártaro e placa dental, feito por um dentista, bem como uso de enxaguaste bucal indicado por profissional adequado.

 



REFERÊNCIA:

– MSD Manuals, Versão Saude para a Família [Gengivite]. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-da-boca-e-dos-dentes/doen%C3%A7as-periodontais/gengivite

– Colgate [O que é Gengivite?]. Disponível em: https://www.colgate.com.br/oral-health/conditions/gum-disease/what-is-gingivitis-signs-and-symptoms

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *