CLORIDRATO DE HIDROXIZINA: CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS

A hidroxizina é um composto de ação prolongada largamente empregado nas alergias cutâneas. Apresenta considerável ação depressora central podendo contribuir para sua pronunciada atividade antipruriginosa. A absorção a partir do trato gastrointestinal é boa, e seguindo-se à administração oral, os picos de concentração plasmática são atingidos em duas a três horas. A droga se distribui largamente por todo o organismo.

Apresenta-se em forma de comprimidos com embalagens com 12, 20 ou 30 comprimidos, de 25 mg e em forma de solução oral  nas embalagem contendo um frasco de 100, 120 ou 150 ml, de 2,0 mg/ml.

A Hidroxizina é indicada no tratamento da dermatite atópica e urticária. É um Anti-histamínico derivado da piperazina, inibidor dos receptores H1 da histamina. Seus nomes comerciais são Hixizine®, Prurizin® e Marax®, Atarax® e genéricos.


INDICAÇÕES:

O cloridrato de hidroxizina é indicado para alívio de prurido (coceira) causado por condições alérgicas da pele, tais como: urticária, dermatite atópica e de contato, e do prurido decorrente de outras doenças sistêmicas.

O cloridrato de hidroxizina pode ser usado em casos de tosse alérgica.

E também no tratamento de ansiedade leve e cinetose (náuseas e vômitos introduzidos por movimento).


CARACTERÍSTICAS FARMACOLÓGICAS

A hidroxizina é uma droga anti-histamínica potente, de longa duração e alta afinidade para os receptores H1 da histamina. O bloqueio sobre estes receptores inibe a liberação de histamina e suas consequentes ações sistêmicas. Admite-se que o prurido seja causado, em parte, pela histamina, que é o mais importante mediador liberado pelos basófilos e mastócitos sensibilizados pela IgE. A atividade da hidroxizina sobre o sistema nervoso central pode também contribuir para sua proeminente ação antipruriginosa.

Apresenta ainda ações anticolinérgica e antiemética. A hidroxizina é rapidamente absorvida pelo trato gastrointestinal e metabolizada no fígado em vários metabólitos.

A sua ação inicia-se em 15 a 30 minutos após a administração e dura de 4 a 6 horas, sendo eliminada basicamente pela urina.


CONTRAINDICAÇÃO E ADVERTÊNCIAS

Este medicamento é contraindicado durante a gravidez e amamentação.

Este medicamento é contraindicado para pacientes que fazem uso de substâncias depressoras do sistema nervoso central e álcool.

Evite a ingestão de álcool durante o tratamento. Informe ao médico se você sofre de problemas de rins ou fígado, de crises epilépticas, de glaucoma, de doença de Parkinson ou se está tomando outros medicamentos.

Em pacientes idosos deve ser considerada a necessidade de redução das doses recomendadas, em função da possibilidade de aumento das reações adversas.

Tendo em vista a possibilidade de ocorrência de sonolência durante o uso, os pacientes devem ser alertados quanto à condução de veículos, ao manuseio de máquinas perigosas e outros equipamentos que requeiram atenção.


INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

A ação da hidroxizina pode ser potencializada quando administrada concomitantemente com agentes depressores do sistema nervoso central, tais como: narcóticos, analgésicos não narcóticos e barbitúricos.

Por tanto o médico deve ser sempre alertado do uso de tais medicamentos, pois a dose dos mesmos deverá ser reduzida.

Jamais use medicamentos sem orientação médica ou farmacêutica adequada

O Cloridrato de hidroxizina tem sei efeito potencializado pelo uso de álcool e exacerbação de efeitos adversos tais como depressão do SNC, sedação, tremor e xerostomia (boca seca).


REAÇÕES ADVERSAS DO USO

Seus principais efeitos são Sedação e sonolência (pode desaparecer após vários dias de terapia continuada). Raramente podem aparecer crises convulsivas, tremor ou agitação.

Devido às atividades anticolinérgicas e sobre o sistema nervoso central, apresentadas pela hidroxizina, pode ocorrer secura da boca (Xerostomia) e sonolência, geralmente de caráter moderado e transitório.

 


REFERÊNCIAS:

– Bulário Anvisa [Hidroxizina]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmResultado.asp#

– Bula Nativita Indústria e Comércio LTDA [Cloridrato de Hidroxizina 2mg/ml]. Disponível em: www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=26927872016&pIdAnexo=4159668

– MedicinaNET [Bula Hidroxizina]. Disponível em: http://www.medicinanet.com.br/bula/8201/hidroxizina.htm

– Moreira Jr. Editora [Cloridrato de hidroxizina – Estudo da Eficácia e tolerabilidade na urticária aguda na infância]. Disponível em: http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=732

Fonte:

Goodman/Gilman – As Bases Farmacológicas da Terapêutica. 8ª Ed., Guanabara Koogan, 1991. p. 385.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *