CERVICITE OU ENDOCERVICITE AGUDA

Inflamação no colo do útero, a parte inferior, mais estreita do útero, que se abre na vagina, provocada por uma variedade de organismos e outros quadros clínicos, é chamada de Cervicite aguda ou endocervicite. 

A cervicite pode se disseminar para cima a partir do colo do útero e afetar o revestimento do útero (causando endometrite) e os outros órgãos reprodutivos (causando doença inflamatória pélvica).

Se a cervicite aparecer de repente, é geralmente causada por uma infecção. Se ela estiver presente por um longo período de tempo (crônica), normalmente não é causada por uma infecção.

As infecções que costumam causar a cervicite incluem doenças sexualmente transmissíveis como:

  • Infecções por clamídia devido à bactéria Chlamydia trachomatis(mais comum)
  • Gonorreia devido à bactéria Neisseria gonorrhea(a segunda causa mais comum)
  • Herpes genital devido ao vírus do herpes simplex
  • Infecção pela bactéria Mycoplasma genitalium

Infecções da vagina (como a vaginose bacteriana e a vaginite por Trichomonas) também podem afetar o colo do útero. Muitas vezes, o micro-organismo que causa a cervicite não pode ser identificado.

Outros quadros clínicos além de infecções podem causar cervicite. Eles incluem

  • Procedimentos ginecológicos
  • Objetos (como diafragmas) que são deixados na vagina por muito tempo
  • Produtos químicos em duchas ou cremes contraceptivos
  • Se a mulher for alérgica ao látex, preservativos de látex

SINTOMAS

A cervicite pode não apresentar qualquer sintoma. Quando isso acontece, o mais comum é um corrimento anormal da vagina (às vezes verde-amarelo e parecido ao pus) e sangramento vaginal entre os períodos menstruais ou após a relação sexual. Algumas mulheres têm dor durante a relação sexual, micção, ou ambos. A área em torno da abertura da vagina pode ficar vermelha e irritada, bem como a vagina.

As mulheres podem ter outros sintomas, dependendo da causa da cervicite. Por exemplo, se a causa é a doença inflamatória pélvica ou a infecção por herpes simplex, as mulheres podem ter uma febre e dor na parte inferior do abdômen.

 


TRATAMENTO

Se a cervicite apareceu de repente, a maioria das mulheres é tratada com antibióticos que são eficazes contra infecções por clamídia e gonorreia, especialmente se elas têm fatores de risco para doenças sexualmente transmissíveis (tais como ser menor de 25 anos, ter parceiros sexuais novos ou vários, ou não usar proteção durante a relação sexual).

O tratamento consiste do seguinte:

  • Para infecção por clamídia: Azitromicina ou doxiciclina, tomados por via oral
  • Para gonorreia: Ceftriaxona, administrada através de uma injeção intramuscular única, mais azitromicina, tomada em dose única por via oral

Esses medicamentos são tomados até que os resultados dos exames estejam disponíveis. Logo que a causa é identificada, os médicos ajustam os medicamentos conforme o caso.

Se a causa for uma doença sexualmente transmissível causada por uma bactéria, parceiros sexuais devem ser avaliados e tratados simultaneamente. As mulheres devem se abster das relações sexuais até que a infecção tenha sido eliminada delas e de seus parceiros sexuais.

Se a causa for o vírus herpes simplex, a infecção geralmente persiste por toda a vida. Os medicamentos antivirais podem controlar, mas não curar essas infecções.

Depois de tratadas por três a seis meses, todas as mulheres são examinadas novamente para determinar se a infecção foi erradicada ou está sob controle.

 



Fonte:

– MSD Manuals – Versão Saúde para a Família [Cervicite]. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/problemas-de-sa%C3%BAde-feminina/infec%C3%A7%C3%B5es-vaginais-e-doen%C3%A7a-inflamat%C3%B3ria-p%C3%A9lvica/cervicite

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *