POR QUE NÃO DEVEMOS CONSUMIR VITAMINA D SEM PRESCRIÇÃO?

Os comprimidos de vitaminas D2 e D3 estão disponíveis sem prescrição médica – no Brasil e em vários países – e têm sido associados à melhora da imunidade e de sintomas como cansaço, fraqueza muscular, dor no osso e até de depressão. Acredita-se que eles também ajudem a evitar câncer e sintomas do envelhecimento.

Uma pesquisa da consultoria de mercado Mintel indica que um terço dos adultos britânicos inclui a vitamina D em seu coquetel de suplementos diários – mas seu uso indiscriminado causa controvérsia na comunidade científica.

A maioria dos especialistas reconhece os benefícios da vitamina D para a saúde dos ossos, já que ela contribui na regulação do cálcio e do fosfato no corpo. Continue lendo

TRATAMENTO PARA HEPATITE C PODERIA SER USADO NA CHIKUNGUNYA?

Uma pesquisa brasileira demonstrou em laboratório que o remédio sofosbuvir, usado e aprovado no combate à hepatite C crônica, também é eficiente no combate à chikungunya nas células humanas infectadas.

O estudo foi feito pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP) e foi divulgado pela agência Fapesp. De acordo com uma das autoras, Rafaela Milan Bonotto, o remédio conseguiu eliminar o vírus sem danificar as células. Continue lendo

REDUÇÃO DO HIV LATENTE NO CORPO COM USO DE CÉLULAS TRONCO

Cientistas espanhóis descobriram enormes reduções nos reservatórios do HIV-1 (Vírus da Imunodeficiência Humana) de cinco pacientes que foram submetidos a tratamento com transplante de células-tronco, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Annals of Internal Medicine.

Os reservatórios latentes de HIV são as células do corpo onde o HIV é capaz de persistir mesmo quando os pacientes estão em terapia antirretroviral. Se alguém diagnosticado com HIV não tomar a medicação, a quantidade de HIV no corpo (chamada carga viral) aumentará. Embora os medicamentos possam suprimir as cargas virais, eles não podem eliminar completamente os reservatórios latentes do HIV. Continue lendo

ESTUDO NÃO VÊ BENEFÍCIOS EM VITAMINA D PARA SAÚDE ÓSSEA

Os suplementos de vitamina D não são capazes de prevenir fraturas e nem melhoram a densidade mineral óssea, independente da dosagem, indica revisão de estudos publicada na revista Lancet Diabetes and Endocrinology. Nos últimos anos, o nutriente tem sido associado a um risco reduzido de diversas condições, como osteoporose e hipertensão, além de manter os ossos mais fortes, uma vez que auxilia o corpo na absorção de cálcio.

No entanto, os pesquisadores afirmam que, baseado nos novos resultados, há poucos motivos para continuar tomando os suplementos, exceto no caso de indivíduos com alto risco de algumas condições raras, como raquitismo e osteomalacia, doença que causa amolecimento dos ossos em decorrência de mineralização anormal e carência de vitamina D. Eles ainda disseram que realizar mais pesquisas sobre os efeitos da vitamina D na saúde dos ossos é inútil. Continue lendo

12 AVANÇOS TECNOLÓGICOS NO COMBATE AO CÂNCER

Cores para destacar causas nobres durante um mês todo. Foi assim com os 30 dias de prevenção ao suicídio, no Setembro Amarelo, e agora temos o Outubro Rosa, que vem para nos lembrar da importância de se consultar, ficar sempre de olho na saúde e, claro, evitar os hábitos que podem levar aos diferentes casos de câncer.

E o que vem sendo feito na tecnologia para que um dia tenhamos menos casos, melhores tratamentos e armas para combater os tumores malignos?

Listamos abaixo 12 pesquisas e ferramentas que podem reduzir os números de mortes decorrentes desse problema no futuro. Continue lendo

JÁ PENSOU EM TRATAR AFTAS E HERPES LABIAL POR MEIO DA MEDICINA ORTOMOLECULAR?

Devido à aparência similar, muitas vezes o herpes labial e as aftas podem ser confundidos. No entanto, o herpes labial é uma doença infectocontagiosa causada pelo vírus Herpes simplex. A afta não tem origem infecciosa e não é transmissível. Apesar dessas diferenças e causas distintas, ambas podem ser tratadas com a prática ortomolecular.

Existem diversas causas para o aparecimento dessas feridas. O herpes labial pode estar relacionado a infecções, estresse, sintoma de outras doenças ou menstruação. Já a afta pode surgir devido traumas, mordidas, ingestão de frutas cítricas e até movimentos bruscos na escovação dos dentes.

Segundo o nutrólogo e precursor da prática ortomolecular na América Latina, o Dr J Bussade, um dos principais motivos dessas doenças é a baixa imunidade. “80% do sistema imunológico se encontra no aparelho digestivo. Portanto, quando a imunidade está baixa o organismo se torna suscetível a desenvolver aftas e herpes labial” afirma o especialista.  Continue lendo

SARCOPENIA: RESULTADO DO ENVELHECIMENTO E SEDENTARISMO

O músculo é formado por vários compartimentos, que são chamados de sarcômeros. A sarcopenia é a diminuição ou perda destes compartimentos. Ela pode começar a partir do momento em que um adulto fica inativo (sem praticar atividade física).

Deixar de praticar atividades físicas durante a vida, principalmente após os 40 anos, é uma das principais causadas da sarcopenia, a perda de massa muscular. Qualquer pessoa sedentária corre grande risco de desenvolver este problema.

Uma das principais consequências da sarcopenia é a perda de qualidade de vida. A diminuição do tônus muscular implica na redução da força, da capacidade de locomoção e, consequentemente, na produtividade no trabalho. Esta condição também aumenta a possibilidade de desenvolvimento de osteoporose. Continue lendo