REAÇÃO DO ORGANISMO AO CALOR EXCESSIVO

A temperatura normal do corpo humano é de 36,5 graus Celsius, mas algumas pessoas podem suportar uma queda de mais de 20 graus. Porém, um aumento da temperatura corporal de apenas cinco graus é, invariavelmente, fatal. Ambientes quentes e úmidos não só parecem terríveis, como são de fato perigosos.

O calor provoca vasodilatação, o que pode causar queda da pressão arterial e provocar mal-estar, sonolência e desânimo.

Quando a temperatura externa é superior à do corpo, o único meio de perder calor é suar. Temos cerca de 3 milhões de glândulas sudoríparas (metade na pele do tórax e das costas). A testa e a palma das mãos também têm grande concentração. As mulheres só produzem aproximadamente a metade do suor dos homens. Idosos correm mais risco porque suam menos.

As células do cérebro são extremamente sensíveis ao calor. Se a temperatura corporal chegar a 42 graus Celsius (a normal é de cerca de 36,5 °C), elas começam a morrer. Continue lendo

HIV: CARGA VIRAL

A quantidade de HIV no sangue (especificamente o número de cópias de RNA do HIV) chama-se carga viral.

A carga viral representa a rapidez com que o HIV se está reproduzindo. Quando as pessoas são infectadas, a carga viral aumenta rapidamente. Em seguida, depois de cerca de três a seis meses, mesmo sem tratamento, ela cai para um nível mais baixo, o qual permanece constante, chamado de ponto de regulação. Este nível varia amplamente de pessoa a pessoa, de apenas algumas centenas a mais de um milhão de cópias por microlitro de sangue.

A carga viral também indica

  • O quanto a infecção é contagiosa
  • Com que rapidez a contagem de CD4 tem probabilidade de diminuir
  • Com que rapidez os sintomas têm probabilidade de surgir

Continue lendo

DEPRESSÃO ATÍPICA

A depressão é uma doença mental caracterizada por sentimentos de profunda tristeza e falta de interesse em atividades. É um estado de desânimo persistente que afeta a capacidade de funcionar e apreciar diferentes aspectos da vida

A depressão atípica é a depressão com períodos de melhor humor em resposta a eventos positivos. A variedade atípica também apresenta alguns sintomas que geralmente não são encontrados na depressão.

A causa da depressão atípica é desconhecida, mas é provavelmente devido a mudanças na química do cérebro. É provavelmente o resultado de uma combinação de fatores genéticos e ambientais.

Embora a causa exata da depressão não tenha sido claramente estabelecida, existem vários fatores relacionados à depressão atípica, como os seguintes: Continue lendo

ALCOOLISMO

O alcoolismo é a incapacidade de controlar a ingestão de álcool devido a dependência física e emocional. Pode ser também definido como um termo amplo para descrever qualquer consumo de álcool que cause problemas de saúde físicos ou mentais.

O alcoolismo é caracterizado pela vontade incontrolável de beber, falta de controle ao tentar parar a ingestão, tolerância ao álcool (doses cada vez maiores para sentir os efeitos da bebida) e dependência física, que se manifesta com sintomas físicos e psíquicos nas situações de abstinência alcoólica.

O diagnóstico de alcoolismo não tem relação com o tipo e quantidade da substância ingerida pela pessoa, mas sim à capacidade em controlar o consumo de bebida. Continue lendo

QUEIMADURAS – PRIMEIROS SOCORROS

Em caso de acidente envolvendo queimaduras, o primeiro cuidado é extinguir a fonte de calor, ou seja, impedir que permaneça o contato do corpo com o fogo, líquidos e superfícies aquecidas, entre outras causas do acidente.

Em seguida, procure lavar o local atingido com água corrente em temperatura ambiente, de preferência por tempo suficiente até que a área queimada seja resfriada.

Também é importante buscar o auxílio de um profissional de saúde no posto de atendimento mais próximo do local do acidente, para que sejam tomadas as providências necessárias para o sucesso da recuperação e também para evitar o agravamento da lesão.

Para casos de emergência e dificuldades de busca de ajuda, ligue prontamente para os serviços de emergências: Samu 192 e Bombeiros 193. Continue lendo

VACINA CONTRA ROTAVÍRUS

Consideradas seguras, foram introduzidas no calendário infantil de imunização, nos Estados Unidos e em vários países da América Latina, incluindo-se o Brasil. Estudos recentes mostram que essas vacinas conferem proteção contra as infecções graves que requerem internação, em torno de 85 a 95%, e no total das infecções por rotavírus, de 72 a 74%.

A vacina utilizada contra o Rotavírus, incluída no calendário infantil brasileiro, em outros países da América Latina e Europa, é o Rotarix® do laboratório Glaxo Smith Kline Biologicals. Trata-se de uma vacina oral, atenuada, monovalente (G1P1A[8]), cepa RIX4414, com elevada imunogenicidade, eficácia e segurança. A vacina é aplicada nas idades de 2 meses (1ª. dose) e 4 meses (2ª. dose). Continue lendo

SÍNDROME DO OLHO SECO

Também conhecida como ceratoconjuntivite seca , esta condição se caracteriza pela secura da conjuntiva (membrana que reveste a pálpebra e cobre o branco do olho) e da córnea (camada transparente na frente da íris e da pupila).

Os olhos secos podem ter como causa a produção inadequada de secreção lacrimal (olhos secos e anômalos na composição aquosa da lágrima). Com esse tipo de doença, as glândulas lacrimais não produzem lágrimas suficientes para cobrir na totalidade a conjuntiva e a córnea com uma camada completa de lágrimas. Esse é o tipo mais comum em mulheres na pós-menopausa.

Olhos secos são comuns na síndrome de Sjögren. Raramente, olhos secos e anômalos na composição aquosa da lágrima podem ser sintoma de doenças como artrite reumatoide ou lúpus eritematoso sistêmico (lúpus). Continue lendo