SAÚDE MASCULINA

O mês de novembro é marcado como o mês do homem, para conscientizar a população masculina sobre a importância de exames preventivos no combate a problemas de saúde que atingem os homens, em especial o câncer de próstata. Esse é o objetivo do Novembro Azul.

De acordo com dados do IBGE, homens brasileiros vivem, em média, sete anos a menos que mulheres e apresentam maior incidência de certas doenças.

As doenças prevalentes em homens ou que só os afetam são: Continue lendo

ESTRESSE NO CORPO FEMININO

O estresse pode ser definido como a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos, sejam eles benéfico ou não para o ser humano.

Cada pessoa irá agir de forma diferente a pressão de estímulos sofridos ao longo da vida. Como essa pressão de estímulos se tornou comum no mundo moderno, é também comum que o estresse se torne patológico e as pessoas necessitem de ajuda para entender o que estão passando e combater esse mal.

Veja abaixo algumas efeitos do estresse no corpo feminino:

Continue lendo

PRINCIPAIS DÚVIDAS AO SE FAZER EXAMES LABORATORIAIS

Exames de sangue, fezes e urina incluem a lista de exames laboratoriais que todos os seres humanos algum dia farão em suas vidas, seja para a investigação de alguma enfermidade, seja para checar a saúde geral do indivíduo.

Sequência de ações dentro de um laboratório onde são realizados exames laboratoriais inicia-se com a coleta do material a ser analisado e termina com a emissão de um laudo diagnóstico.

A fim de sanar as principais dúvidas que paciente possa ter antes de fazer seus exames, veja abaixo uma lista de perguntas e respostas sobre as principais dúvidas ao se fazer exames laboratoriais. Continue lendo

MENOPAUSA E INSÔNIA

O climatério é definido pela Organização Mundial da Saúde como uma fase biológica da vida e não um processo patológico, que compreende a transição entre o período reprodutivo e o não reprodutivo da vida da mulher. A menopausa é um marco dessa fase, correspondendo ao último ciclo menstrual, somente reconhecida depois de passados 12 meses da sua ocorrência e acontece geralmente em torno dos 48 aos 50 anos de idade.

O climatério não é uma doença e sim uma fase natural da vida da mulher e muitas passam por ela sem queixas ou necessidade de medicamentos. Outras têm sintomas que variam na sua diversidade e intensidade. No entanto, em ambos os casos, é fundamental que haja, nessa fase da vida, um acompanhamento sistemático visando à promoção da saúde, o diagnóstico precoce, o tratamento imediato dos agravos e a prevenção de danos. Continue lendo

COLESTEROL E GRAVIDEZ

As preocupações que surgem em uma mulher quando ela descobre que está grávida não são poucas. As dúvidas aparecem de todo lugar, sobre a aparência, sobre a alimentação, sobre exercícios físicos e principalmente sobre a saúde, como é o caso de dúvidas sobre colesterol alto nesta fase.

Muitas mulheres ficam em dúvida sobre quais são as consequências do colesterol alto na gravidez, no que isso pode afetar o feto ou ela mesma durante esses nove meses.

Todos nos sabemos que colesterol alto não é um bom sinal e que alguns cuidados precisam ser tomados, mas na gravidez isso pode ser até mesmo considerado normal. Porém, se os números ultrapassarem dos limites, o cuidados precisam ser ainda maiores para que não haja nenhum tipo de complicação. Continue lendo

CÓLICA MENSTRUAL: DISMENORRÉIA

O termo dismenorréia é derivado do grego e significa fluxo menstrual difícil. A dismenorréia é caracterizada por dor tipo cólica que se manifesta antes e/ou durante o período menstrual. Essa cólica habitualmente se inicia no abdômen inferior e às vezes também é descrita como sensação de peso no baixo ventre.

A dor geralmente é mais intensa no primeiro dia da menstruação e, em mais de 50% dos casos, é acompanhada por outros sintomas como náuseas, vômitos, palidez, dor de cabeça, diarréia, tontura e desmaio.

Acredita-se que cerca de 50% a 90% das mulheres apresentem cólica menstrual em algum momento de suas vidas, sendo que 10% das pacientes tornam-se incapazes de desenvolver suas atividades habituais em decorrência da dor. Continue lendo

“BLACKOUT” ALCOÓLICO, O QUE É?

De acordo com uma matéria publicada pela BBC News, o blackout alcoólico é  a amnésia provocada pelo excesso de álcool, que ocorre quando o cérebro se torna incapaz de registar os eventos experimentados durante uma bebedeira.

Tal acontece, porque o hipocampo ,área do cérebro que tem um papel crucial em consolidar as memórias do cotidiano, é impedido de funcionar corretamente  pelo álcool, explica o Instituto Nacional de Abuso do Álcool e de Alcoolismo dos EUA (NIAAA).

Por sua vez, esse processo leva o indivíduo a ter falhas no sistema de registo cerebral. Continue lendo