TIPOS DE PSORÍASE

A psoríase é uma doença de pele crônica e não contagiosa que apresenta sintomas periódicos, ou seja, que somem e reaparecem.

Sua causa é desconhecida, mas se sabe que pode estar relacionada ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética. Acredita-se que ela se desenvolve quando os linfócitos T (células responsáveis pela defesa do organismo) liberam substâncias inflamatórias e formadoras de vasos.

Alguns fatores podem aumentar as chances de uma pessoa adquirir a doença ou piorar o quadro clínico já existente, dentre eles: Continue lendo

LOMBALGIA

A lombalgia é a dor que ocorre na região lombar inferior. A lombociatalgia é a dor lombar que se irradia para uma ou ambas as nádegas e/ou para as pernas na distribuição do nervo ciático. Pode ser aguda (duração menor que 3 semanas), subaguda ou crônica (duração maior que 3 meses).

A lombalgia é um problema extremamente comum, que afeta mais pessoas do que qualquer outra afecção, sendo a segunda causa mais comum de consultas médicas gerais, só perdendo para o  resfriado comum. Entre 65% e 80% da população mundial desenvolve dor na coluna em alguma etapa de suas vidas, mas na maioria dos casos há resolução espontânea.

Mais de 50%   dos pacientes melhora após 1 semana; 90% após 8 semanas; e apenas 5% continuam apresentando os sintomas por mais de 6 meses ou apresentam alguma incapacidade. Continue lendo

RECÉM-NASCIDO COM MICROCEFALIA

As crianças com microcefalia precisam de estimulação precoce, para redução do comprometimento no desenvolvimento neuropsicomotor decorrente da malformação. O período mais importante para essa estimulação vai de 0 aos 3 anos, época de maior resposta aos estímulos.

Para orientar os profissionais de saúde no atendimento a esses bebês, o Ministério da Saúde lançou um documento com todas as diretrizes para estimulação precoce de crianças com atraso no seu desenvolvimento.

As Diretrizes abordam aspectos relacionados ao desenvolvimento neuropsicomotor da criança, como a avaliação do desenvolvimento auditivo, visual, motor, cognitivo e da linguagem, a estimulação precoce, o uso de tecnologia assistiva (bengalas e cadeiras de rodas), além de outros aspectos, como a importância do brincar e a participação da família na estimulação precoce. Continue lendo

VACINAS NA TERCEIRA IDADE

A vacina é um tratamento eficaz e preventivo para inúmeras doenças infecciosas que acometem as pessoas, independente da idade. Mesmo quando adulto ou idoso, a pessoa não deve deixar de vacinar-se a fim de se proteger e ter uma vida saudável.

A vacina não só protege o indivíduo, bem como impede que ele se infecte e propague doença aos seus familiares.

Na terceira idade doenças crônicas, como o diabetes e hipertensão, são mais comuns, e as infecções podem descompensar esses quadros. As doenças infecciosas ficam mais graves a medida que envelhecemos e quando elas aparecem em conjunto com doenças crônicas diminuem muito o índice sobrevida dos pacientes acometidos, dai se dá a importância de se vacinar e se proteger de doenças infecciosas evitáveis.

Veja abaixo vacinas que são indicadas para a terceira idade: Continue lendo

SINTOMAS FÍSICOS DO ESTRESSE

Com o estresse cada vez mais comum no mundo moderno é importante que todos sabiam entender, procurar evitar e saber lhe dar com o problema, pois este uma vez que for negligenciado pode levar a problemas cada vez mais sérios no futuro.

O estresse é uma reação do corpo a situações prejudiciais, ele não tende a ser prejudicial, quando enfrentado de forma ocasional, porém a história muda quando é enfrentado diariamente.

O corpo e a mente humana forma projetados para reagir ao estresse de forma ocasional, uma vez que ele trás alguns benefícios, porém, quando a estresse se faz constante as pessoas começam a adoecer e isso se reflete em sintomas físicos, tais como: Continue lendo

SINUSITE x RINITE: DIFERENÇAS

É comum associar os dois casos porque uma rinite pode desencadear a sinusite, mas é importante lembrar são doenças distintas.

A rinite não tem cura na maioria das vezes, mas a sinusite sim. Em alguns casos é preciso recorrer a intervenção cirúrgica, mas é possível obter a cura até para a sinusite crônica.

A rinite é uma inflamação da mucosa do nariz, que pode ser infecciosa ou causada por agentes alergênicos. Os sintomas são, geralmente, nariz entupido, coriza (secreção clara e fluida), coceira no nariz e espirros.

A sinusite é provocada pela inflamação da mucosa dos seios da face. Essas cavidades, podem ficar entupidas prejudicando o fluxo normal do muco. O acúmulo do muco favorece a proliferação de bactérias causando a sinusite. O quadro agudo da sinusite manifesta sintomas mais incisivos como dores fortes na face, tosse, febre e muita secreção no nariz. Continue lendo

DESIDRATAÇÃO

A desidratação é um problema potencialmente grave que se caracteriza pela baixa concentração de água e também de sais minerais e outros líquidos orgânicos no corpo.

A desidratação ocorre quando o corpo perde mais água do que ingere. Vômito, diarreia, uso de medicamentos que aumentam a excreção urinária (diuréticos), sudorese profusa (por exemplo, durante ondas de calor, especialmente com esforço prolongado) e diminuição da ingestão de água podem levar à desidratação.

A desidratação é comum principalmente entre os idosos, porque seu centro de sede pode não funcionar tão bem quanto o de pessoas mais jovens. Por isso, alguns idosos podem não reconhecer que estão ficando desidratados. Determinados distúrbios, como diabetes mellitus, diabetes insipidus e doença de Addison, podem aumentar a excreção da urina e, portanto, levar à desidratação.

A desidratação em bebês e crianças também é comum, porque o volume de líquido perdido durante a diarreia ou vômito pode representar uma proporção maior dos líquidos em seu corpo do que em crianças mais velhas e adultos. Continue lendo