PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE CERATOCONE

O ceratocone é uma doença que afeta o formato e a espessura da córnea, provocando a percepção de imagens distorcidas.

É uma doença ocular progressiva, não inflamatória, que é mais comum do que se imagina. Estudos apontam que 1 em cada 20 mil pessoas em todo o mundo. É considerada grave, justamente por seu caráter progressivo, e que pode levar à perda da visão, quando não tratada.

O ceratocone apresenta-se como um astigmatismo irregular, levando o paciente a trocar o grau do astigmatismo com frequência. O diagnóstico definitivo desta patologia é feito com base nas características clínicas e com exames objetivos como a topográfica corneana e a paquimetria ultrassônica. Continue lendo

HANSENÍASE AO LONGO DA HISTÓRIA

Também conhecida como lepra ou mal de Lázaro, a hanseníase é uma doença infecciosa, contagiosa, que afeta os nervos e a pele e é causada por um bacilo chamado Mycobacterium leprae.

Associada a desigualdades sociais, afetando principalmente as regiões mais carentes do mundo, a doença é transmitida através das vias aéreas (secreções nasais, gotículas da fala, tosse, espirro) de pacientes considerados bacilíferos, ou seja, sem tratamento.

O paciente que está sendo tratado deixa de transmitir a doença, cujo período de incubação pode levar de três a cinco anos. A maioria das pessoas que entram em contato com estes bacilos não desenvolve a enfermidade. Continue lendo

ABORTO ESPONTÂNEO

Um aborto (aborto espontâneo) é a perda de um feto devido a causas naturais antes de 20 semanas de gestação.

Abortos espontâneos podem ocorrer devido a um problema no feto (como uma doença genética ou deficiência congênita) ou na mulher (como anomalias estruturais dos órgãos reprodutivos, anomalias cromossômicas, infecções, uso de cocaína ou álcool, cigarro, ou uma lesão), mas a causa muitas vezes é desconhecida.

Um aborto espontâneo ocorre em aproximadamente 10 a 15% das gestações reconhecidas. Uma grande quantidade de abortos espontâneos não é reconhecida porque ocorre antes de as mulheres descobrirem que estão grávidas. Continue lendo

DOENÇA DE SCHEUERMANN

A doença de Scheuermann é a forma mais comum de cifose fixa. Ela, em geral, começa na adolescência e afeta os meninos um pouco mais frequentemente do que as meninas. A causa é desconhecida, mas a doença de Scheuermann às vezes é um problema de família.

Também conhecida como Cifose de Scheuermann, é uma doença de caráter idiopático que atinge com idades entre 8 e 12 anos, que causa deformidade na coluna em cifose. É progressiva e, muitas vezes, acompanhada de dor nas costas.

A doença tem caráter idiopático, ou seja, sem causa determinada, com padrão de herança autossômica dominante de alta penetrância e expressividade variável. Continue lendo

CIFOSE

A cifose é uma curvatura anormal da coluna vertebral que causa uma corcunda.

A parte superior das costas normalmente se curva um pouco para frente. Algumas crianças apresentam um maior grau de curvatura. A curvatura excessiva pode ser

  • Flexível
  • Fixa (estrutural)

cifose flexível, as crianças conseguem endireitar a coluna vertebral contraindo os músculos e as vértebras são normais. A causa é desconhecida. Exercícios de fortalecimento muscular podem ajudar, mas nenhum outro tratamento específico é necessário. Continue lendo

RENAME – O QUE É?

RENAME, ou Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, é uma lista de fármacos com o intuito de atender as necessidades básicas da população. Esse documento rege o atendimento farmacológico do SUS e trata-se da base para orientação e abastecimento da rede pública de saúde dessas substâncias.

Em teoria, os itens constantes nessa lista não podem faltar na rede de saúde, ou então precisam dispor de preços mais acessíveis à população. Além disso, devem ser prescritos conforme as regras contidas nessa lista.

O RENAME tem como base a Lista de Medicamentos Essenciais da OMS, adotada pela primeira vez em 1978. O documento, disponibilizado pela Organização Mundial da Saúde também, tem a responsabilidade de nortear a política farmacológica dos países membros da organização. Continue lendo

DIABULIMIA

Conhecido como um transtorno alimentar em que pessoas que possuem Diabetes do Tipo 1, intencionalmente consomem menos insulina do que o necessário, com a finalidade de perder peso.

A Diabulimia não é reconhecida atualmente como um diagnóstico formal pelas comunidades médicas ou psiquiátricas. No entanto, pode ser referido na literatura por Comportamento Alimentar Desordenado ou Perturbado, ou ainda, Transtorno Alimentar.

Nesse problema temos um transtorno que une a doença Diabetes tipo 1 com o transtorno alimentar da Bulimia. Continue lendo