ALGUNS MITOS SOBRE COVID-19

À medida que vamos passando pela pandemia da (Sars-Cov-2), Novo Coronavírus que causa a doença chamada de Covid-19, pessoas em todo mundo começam a ficar mais ansiosas e preocupadas pela falta de informações precisas e determinação de tempo para que tudo volte a ser do jeito que era anteriormente a pandemia.

Em meio a todas as desinformações e achismos de internet que nos levam a inúmeras Fake News, o portal Norte-americano Live Science criou uma lista de mitos que são os mais difundidos nos EUA e nós aqui criamos uma adaptação dessas informações para a realidade brasileira atual.

Veja abaixo: Continue lendo

CUIDADOS COM CRIANÇAS EM PERÍODO DE PANDEMIA

As orientações para evitar que crianças se contaminem são as mesmas dedicadas aos adultos. Porém, é difícil evitar que elas coloquem a mão na boca, nariz ou olhos, ou mesmo garantir que cubram a boca com o braço ao tossir ou espirrar. Dessa forma, neste momento vale restringir bastante o contato social.


LEMBREM-SE:

Máscaras só são adequadas para crianças com mais de 2 anos de idade.

Evite usar álcool em crianças, faça a limpeza de preferência com água e sabão.


Continue lendo

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE CORONAVÍRUS E A COVID-19

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus de nome SARS-CoV-2, vírus causador de problemas respiratórios, em humanos, que tem causado a pandemia que enfrentamos em 2020.

Caso você se sinta doente, com sintomas de gripe, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos e fique em casa por 14 dias. Ligue para os canais de ajuda 136 / 192 / 193 e procure orientações. Caso um dos sintomas apresentados pelo doente seja falta de ar, procure imediatamente um hospital de referência.

Caso tenha dúvidas sobre o tema, apresentamos algumas perguntas e respostas abaixo e se mesmo assim ainda tiver dúvidas, entre em contato conosco, por e-mail ou deixando uma mensagem nos comentários.

Continue lendo

TIPOS DE PSORÍASE

A psoríase é uma doença de pele crônica e não contagiosa que apresenta sintomas periódicos, ou seja, que somem e reaparecem.

Sua causa é desconhecida, mas se sabe que pode estar relacionada ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética. Acredita-se que ela se desenvolve quando os linfócitos T (células responsáveis pela defesa do organismo) liberam substâncias inflamatórias e formadoras de vasos.

Alguns fatores podem aumentar as chances de uma pessoa adquirir a doença ou piorar o quadro clínico já existente, dentre eles: Continue lendo

LOMBALGIA

A lombalgia é a dor que ocorre na região lombar inferior. A lombociatalgia é a dor lombar que se irradia para uma ou ambas as nádegas e/ou para as pernas na distribuição do nervo ciático. Pode ser aguda (duração menor que 3 semanas), subaguda ou crônica (duração maior que 3 meses).

A lombalgia é um problema extremamente comum, que afeta mais pessoas do que qualquer outra afecção, sendo a segunda causa mais comum de consultas médicas gerais, só perdendo para o  resfriado comum. Entre 65% e 80% da população mundial desenvolve dor na coluna em alguma etapa de suas vidas, mas na maioria dos casos há resolução espontânea.

Mais de 50%   dos pacientes melhora após 1 semana; 90% após 8 semanas; e apenas 5% continuam apresentando os sintomas por mais de 6 meses ou apresentam alguma incapacidade. Continue lendo

RECÉM-NASCIDO COM MICROCEFALIA

As crianças com microcefalia precisam de estimulação precoce, para redução do comprometimento no desenvolvimento neuropsicomotor decorrente da malformação. O período mais importante para essa estimulação vai de 0 aos 3 anos, época de maior resposta aos estímulos.

Para orientar os profissionais de saúde no atendimento a esses bebês, o Ministério da Saúde lançou um documento com todas as diretrizes para estimulação precoce de crianças com atraso no seu desenvolvimento.

As Diretrizes abordam aspectos relacionados ao desenvolvimento neuropsicomotor da criança, como a avaliação do desenvolvimento auditivo, visual, motor, cognitivo e da linguagem, a estimulação precoce, o uso de tecnologia assistiva (bengalas e cadeiras de rodas), além de outros aspectos, como a importância do brincar e a participação da família na estimulação precoce. Continue lendo

VACINAS NA TERCEIRA IDADE

A vacina é um tratamento eficaz e preventivo para inúmeras doenças infecciosas que acometem as pessoas, independente da idade. Mesmo quando adulto ou idoso, a pessoa não deve deixar de vacinar-se a fim de se proteger e ter uma vida saudável.

A vacina não só protege o indivíduo, bem como impede que ele se infecte e propague doença aos seus familiares.

Na terceira idade doenças crônicas, como o diabetes e hipertensão, são mais comuns, e as infecções podem descompensar esses quadros. As doenças infecciosas ficam mais graves a medida que envelhecemos e quando elas aparecem em conjunto com doenças crônicas diminuem muito o índice sobrevida dos pacientes acometidos, dai se dá a importância de se vacinar e se proteger de doenças infecciosas evitáveis.

Veja abaixo vacinas que são indicadas para a terceira idade: Continue lendo