ASMA: FATORES DE RISCO

A asma é um quadro clínico em que as vias aéreas se estreitam, geralmente de forma reversível, em resposta a certos estímulos.

Embora a asma seja uma das doenças crônicas mais comuns da infância, adultos também podem desenvolver asma, mesmo em idade avançada.

A asma é uma inflamação dos brônquios sem uma causa aparente, mas é possível controlar as crises e até prevenir que elas aconteçam com algumas medidas simples.

  • Mantenha o ambiente limpo.
  • Evite acúmulo de sujeira ou poeira.
  • Tome sol. A vitamina D está relacionada a uma série de doenças do aparelho imunológico, como a asma.
  • Evite cheiros fortes.
  • Tome a vacina da gripe.
  • Não fume.
  • Se agasalhe, principalmente na época de frio.
  • Pratique atividades físicas regularmente.
  • Tenha alimentação saudável.
  • Beba bastante líquido (água).
  • Mantenha o peso ideal.

Em pessoas que têm asma, as vias aéreas estreitam-se em resposta a estímulos (desencadeadores) que normalmente não afetam as vias aéreas em pessoas sem asma. Tais desencadeadores incluem

  • Alérgenos
  • Infecções
  • Substâncias irritantes
  • Exercício (chamado asma induzida por exercício)
  • Estresse e ansiedade
  • Aspirina

Muitos alérgenos inalados, incluindo pólen, partículas de ácaros do pó, secreções corporais de baratas, bem como partículas de penas e pelos de animais, podem desencadear uma crise de asma.


SINAIS DE RISCO

As crises de asma ocorrem mais frequentemente nas primeiras horas da manhã, quando os efeitos dos medicamentos protetores já passaram e o corpo é menos capaz de evitar o estreitamento das vias aéreas.

Uma crise de asma pode começar subitamente com sibilos, tosse e falta de ar. Outras vezes, uma crise de asma pode surgir lentamente, com piora gradual dos sintomas.

Gravidade é uma medida do quanto uma doença é grave. Em geral, a gravidade da asma é avaliada antes do início do tratamento, porque as pessoas que respondem bem ao tratamento apresentam poucos sintomas. A gravidade da asma é categorizada como

  • Intermitente: Os sintomas da pessoa ocorrem até dois dias por semana e não interferem nas atividades da vida diária
  • Leve persistente: Os sintomas ocorrem mais que duas vezes por semana, mas limitam as atividades da vida diária apenas levemente
  • Moderada persistente: Os sintomas ocorrem diariamente e limitam algumas atividades da vida diária
  • Grave persistente: Os sintomas ocorrem durante todo o dia e interferem excessivamente nas atividades da vida diária

É importante lembrar que a categoria de gravidade não prevê a seriedade de uma crise capaz de ocorrer em uma pessoa. Mesmo que a pessoa tenha uma asma leve com longos períodos sem sintomas ou com sintomas leves e uma função pulmonar normal, ela pode ter uma crise grave de asma com ameaça à vida.

A forma mais grave de asma é chamada de estado de mal asmático. É um estreitamento grave, intenso e prolongado das vias aéreas, resistente ao tratamento. No estado de mal asmático, os pulmões não são mais capazes de fornecer oxigênio suficiente ao corpo nem de remover o dióxido de carbono de forma adequada.

Sem oxigênio, muitos órgãos começam a apresentar disfunção. O acúmulo de dióxido de carbono leva à acidose, um estado de acidez do sangue que afeta a função de quase todos os órgãos. A pressão arterial pode cair a níveis perigosamente baixos. As vias aéreas ficam tão estreitas que é difícil mover o ar para dentro e para fora dos pulmões.

O estado de mal asmático pode exigir que uma via aérea artificial seja inserida através da boca e da garganta da pessoa entrando pela via aérea principal que leva aos pulmões (a traqueia) e que um ventilador mecânico seja usado para auxiliar a respiração. Doses mais altas do que as normais de vários medicamentos também são necessárias.

 



REFERÊNCIA:

– Ministério da Saúde [Asma: Quais as causas, sintomas e qual o tratamento?]. Disponível em: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/asma

– MSD Manuals, Versão Saúde para a Família [ASMA]. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-pulmonares-e-das-vias-respirat%C3%B3rias/asma/asma?query=Asma

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *