A VACINA DA GRIPE 2018 PODE CAUSAR REAÇÕES?

A resposta para essa pergunta é SIM, porém não se preocupe com isso, pois nem todos terão reações adversas à vacina e o mais importante, as reações não costumam ser graves.

É importante antes de tudo, que as pessoas entendam que todas as substâncias usadas como remédio (comprimidos, cápsulas, vacinas, chás, géis, colírios, xaropes, etc) possuem ou podem causar alguma forma de reação, seja essa substância sintética, puramente química, de origem animal, vegetal ou mineral.

A gripe é uma doença benigna na imensa maioria dos casos, possuindo uma taxa de mortalidade abaixo de 1%. Porém, por ser altamente contagiosa, ela é capaz de infectar milhões de pessoas em relativamente pouco tempo, fazendo com que uma taxa próxima de 1% represente, em números absolutos, uma quantidade grande de vítimas. Por isso, a vacinação contra o vírus Influenza tornou-se uma importante medida de saúde pública nos últimos anos. Continue lendo

FEBRE MACULOSA EM HUMANOS

A febre maculosa é causada pela bactéria Rickettsia rickettsii. Riquétsias são um tipo de bactéria que consegue viver apenas dentro de células de outros organismos.

Esta doença pode ser chamada também de tifo exantemático, febre do carrapato, ou febre da carraça (Portugal).

A febre maculosa é uma doença que ocorre em todo o continente americano, acometendo países desde o Canadá até a Argentina. No Brasil, a maioria dos casos se na concentra na Região Sudeste, havendo também casos isolados em estados de outras regiões, tais como Bahia, Ceará, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso do Sul. São Paulo e Minas Gerais são os estados com maior número de casos notificados.

Apesar de ser uma doença tipicamente rural, nos últimos anos, o número de casos urbanos têm vindo a crescer. A doença não é muito comum, sendo responsável por cerca de 40 a 100 casos por ano em todo o país. Continue lendo

FENITOÍNA: PRINCIPAIS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

A fenitoína é um fármaco que atua no Sistema Nervoso Central (SNC), pertencente ao grupo de substâncias com ação Antiepilética e anticonvulsivante.

Esta substância é destinada aos casos de:

– crises convulsivas durante ou após neurocirurgia;

– crises convulsivas, crises tônico-clônicas generalizadas e crise parcial complexa (lobo psicomotor e temporal);

– estado de mal epiléptico.

Esta substância possui diversos efeitos: Inibe canais de sódio, potássio e cálcio, existentes na membrana dos neurônios, imediatamente. Altera concentrações locais de neurotransmissores como GABA, noradrenalina e acetilcolina.

Também é capaz de diminuir a excitação neural de forma geral. Continue lendo

SINTOMAS DA AIDS

A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV – sigla em inglês) resulta de um dos dois retrovírus similares (HIV-1 e HIV-2) que destroem linfócitos CD4+ e prejudicam a imunidade mediada por células, aumentando o risco de certas infecções e cânceres.

Sendo assim a aids é causada pela infecção do vírus da imunodeficiência humana (HIV). Onde o vírus ataca o sistema imunológico para se multiplicar, destrói as células infectadas e assim continua, deteriorando o sistema imunológico do portador e propagando a doença.

Ter o HIV não é a mesma coisa que ter aids. Uma vez que aids é o doença e há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas podem transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Continue lendo

NOVA MOLÉCULA PODE SER A CURA PARA O RESFRIADO

O resfriado se espalha rapidamente de pessoa para pessoa, já que os vírus que causam a doença podem permanecer em mãos e superfícies por até 24 horas.

Analgésicos e antinflamatórios podem ajudar a combater os sintomas, mas atualmente não há nada que consiga combater a infecção.

É possível se contaminar inalando pequenas gotas de fluído que contenha o vírus e que são espalhadas no ar quando uma pessoa infectada tosse ou espirra. Também é possível ficar doente após tocar uma superfície contaminada e depois levar a mão à boca, aos olhos ou ao nariz.

Uma doença tão comum e que também pode ser tão seria, pensando nisso que cientistas do Reino Unido acreditam ter encontrado uma maneira de combater o resfriado. Continue lendo

OSTEOPOROSE: PRIMÁRIA, SEGUNDÁRIA E IDIOPÁTICA

A osteoporose é uma doença óssea metabólica progressiva que diminui a densidade óssea (massa óssea por unidade de volume), com deterioração da estrutura óssea.

A fraqueza do esqueleto leva a fraturas com traumas pequenos ou imperceptíveis, particularmente nas colunas lombar e torácica, em punhos e quadris. São comuns dores lombares agudas e crônicas.

O envelhecimento, a deficiência de estrogênio, o baixo nível de vitamina D ou de ingestão de cálcio e alguns distúrbios podem diminuir os valores dos componentes que mantêm a densidade óssea e a força. Continue lendo

ESTOMATITE AFTOSA RECORRENTE – EAR

Estomatite aftosa recorrente (EAR)  é uma condição comum em que úlceras arredondadas ou ovais dolorosas reaparecem na mucosa bucal. A etiologia desta doença ainda não é clara.

A estomatite aftosa recorrente parece ter múltiplos fatores parecem serem predispostos ou desencadearem ataques. Tais fatores incluem a lesão na boca; estresse; e certos alimentos, especialmente, chocolate, café, amendoim, ovos, cereais, amêndoas, morangos, queijo e tomates. Pessoas com AIDS geralmente têm aftas maiores que persistem por semanas.

Pessoas com EAR têm aftas repetidamente. Alguns têm somente uma ou duas lesões poucas vezes por ano. Outros têm surtos quase contínuos. Por razões desconhecidas, as mulheres grávidas, pessoas que estejam tomando contraceptivos orais, e pessoas que estejam usando produtos à base de tabaco são menos propensas ao desenvolvimento de lesões. Continue lendo