LOSARTAN: INFORMATIVO

O Losartan ou Losartana é um medicamento antagonista dos receptores de angiotensina (ARAs). Tem sua principal indicação, tal como dos outros ARAs, é no tratamento da hipertensão.

Este medicamento foi desenvolvido pela Merck Sharp & Dohme, e comercializado sob o nome Cozaar. O losartan foi o primeiro ARA a ser disponibilizado no mercado. Porém hoje já existem outros fabricantes e outras derivações.

Este medicamento é encontrado na forma de Sal Potássico, nas concentrações de 12,5 mg, 25 mg e 50 mg. Também pode estar associado a Hidroclorotiazida. Continue lendo

INFLUENZA: A DIFERENÇA ENTRE H1N1 e H3N2

O QUE É O H3N2?

O H3N2 é um subtipo do vírus da influenza A, responsável pelo maior surto degripe nos EUA nos últimos anos, com mais de 47 mil pessoas infectadas. Recentemente, chegou no Brasil e chamou a atenção das autoridades da saúde.

Originalmente, o H3N2 não é um vírus que afeta humanos, sendo mais comum em espécies como aves e suínos. Contudo, a transmissão entre pessoas é possível. Dessa forma, fica conhecido como vírus variante.

O nome H3N2 corresponde aos dois tipos de proteína em sua superfície de revestimento, sendo elas a hemaglutinina (H) e a neuraminidase (N).

Apesar de já se ter histórico de casos da doença, em 2018 o vírus se mostrou uma ameaça maior. No Brasil, até então, já se tem registro de mortes provocadas pela condição. Continue lendo

PROCTITE

Problema definido como uma inflamação do revestimento interno do reto, afeta tanto homens quanto mulheres. Em geral esta enfermidade afeta somente a ultima porção retal, aproximadamente as últimas 6 polegadas.

Esta doença possui etiologia variada, sendo sua incidência comum na população. Pessoas com comprometimento imunológico e em tratamento radioterápico apresentam maior chance de desenvolver o problema.

A proctite pode ser uma manifestação de:

  • Doenças sexualmente transmissíveis (p. ex., Neisseria gonorrhoeae, Chlamydiasp, etc)
  • Determinadas infecções enterais (p. ex., Campylobacter,Shigella,Salmonella, etc)
  • Doença intestinal inflamatória.
  • Tratamentos por radiação.
  • Úlceras e hemorroidas.

A proctite também pode estar associada ao uso prévio de antibióticos. Continue lendo

FEBRE AFTOSA EM HUMANOS

A Febre Aftosa é uma enfermidade infectocontagiosa aguda com potencial de transmissibilidade extremamente alto entre os animais susceptíveis, podendo, em cerca de uma semana ou menos, acometer a totalidade dos componentes de um rebanho afetado.

Produzida por um vírus da família Picornavirus, gênero Aphtovirus, que acomete animais biungulados domésticos e selvagens, como bovinos, suínos, bubalinos, ovinos e caprinos. É caracterizada por vesículas, também denominadas aftas, erosões e úlceras na mucosa oral, epitélio lingual, nasal, mamário, além de lesões características na região coronária dos cascos e nos espaços interdigitais.

A Febre Aftosa é considerada uma zoonose porque embora raramente o homem se infecte com a doença, é ele um hospedeiro acidental da mesma. Fato comprovado perante o reduzido número de casos descritos pelo mundo, mesmo perante frequentes oportunidades de exposição ao agente, a ampla distribuição geográfica e à alta incidência da enfermidade nos animais domésticos. Continue lendo

ANEJACULAÇÃO: O QUE É A INCAPACIDADE DE EJACULAR?

A incapacidade de ejacular (anejaculação) é a disfunção onde o homem não é capaz de expulsar o sêmen pelo canal de sua uretra. Levando a um quadro de ausência de sêmen visível. Casos de ejaculação retrógrada também levam a esse quadro.

Este é um problema que pode ocorrer por anormalidade na formação do sistema reprodutor, estocagem ou na produção do sêmen, bem como devidos a condições que afetem o processo de expulsão do sêmen.

Geralmente esta disfunção é causada pela incapacidade de atingir o orgasmo (anorgasmia). E também ocorre como parte de uma disfunção erétil. Continue lendo

OS PRINCIPAIS TIPOS DE CHOQUE

O choque é uma situação que surge quando a quantidade de oxigênio no corpo está muito baixa e toxinas vão se acumulando, podendo causar lesões em vários órgãos e colocando a vida em risco.

O estado de choque pode surgir por diversas causas e, para cada caso, o choque tem uma definição específica, como choque anafilático, séptico ou hipovolêmico, por exemplo.

Quando existe suspeita de um caso de choque é muito importante ir ao pronto socorro o mais rápido possível, para iniciar o tratamento adequado e evitar complicações graves. Quase sempre o tratamento é feito com internamento numa UTI para fazer remédios diretamente na veia e manter uma observação constante dos sinais vitais.

Continue lendo

OSELTAMIVIR (Tamiflu): CONSIDERAÇÕES FARMACOLÓGICAS

O Fosfato de oseltamivir é um pró-fármaco  que possui atividade antiviral, onde após metabolização pelo fígado e trato gastrintestinal é transformado em carboxilato de oseltamivir e assim torna-se seletivo contra o vírus influenza dos tipos A e B.

(AP Photo/Michael Probst/file)

Foi classificado na lista C1 das outras substâncias sujeitas a controle especial da ANVISA, sujeita a receita de controle especial em duas vias, mas em 2012 a restrição foi removida pela RDC 39/2012 e o medicamento é vendido sem retenção de receita.

É um medicamento produzido pelos laboratórios Roche sob o nome comercial Tamiflu®. Este medicamento foi o primeiro a ser usado na pandemia de gripe A que se iniciou em 2009 no México. Continue lendo